Trabalhadores da saúde em luta

Trabalhadores do Hospital Saboya organizam ato por melhores condições de trabalho

Hoje (20) trabalhadores do Hospital Municipal Doutor Arthur Ribeiro Saboya, junto com a CSP conlutas, organizaram um ato exigindo melhores condições de trabalho e contra as políticas de precarização, impostas pelos governos Covas, Doria e Bolsonaro.

quarta-feira 20 de maio| Edição do dia

Às 06:30 da manhã, trabalhadores do Hospital Municipal Doutor Arthur Ribeiro Saboya se organizaram em frente ao seu local de trabalho para protestar, exigindo melhores condições de trabalho.

Conforme o depoimento de alguns trabalhadores presentes no local, o hospital não possui estrutura voltada para infectologia e que, combinado com isso, muitos deles não estão recebendo Equipamentos de Proteção Individual.

Para agravar a situação, trabalhadores que fazem parte do grupo de risco estão sendo obrigados a trabalhar em meio a esse contexto. Na fala de alguns funcionários do hospital, ficam escancaradas as políticas de precarização dos hospitais, promovidas por Bruno Covas, Doria e Bolsonaro.

Partindo da gravidade da crise que vivemos, a estatização de todos os leitos, sob controle dos trabalhadores da saúde é uma medida urgente, que deve ser combinada com a disponibilização massiva de testes, a liberação remunerada de funcionários que são grupo de risco e a reconversão da produção industrial para o atendimento de todas as demandas da população.

Por fim, apoiamos a luta de todos os trabalhadores da saúde que, assim como no Hospital Universitário da USP, e em outros pontos do país, lutam por melhores condições de trabalho.




Tópicos relacionados

Crise do Coronavírus   /    Sistema de saúde   /    Crise na Saúde   /    saúde pública   /    trabalhadores da saúde   /    Coronavírus   /    Trabalhadores   /    São Paulo   /    Saúde

Comentários

Comentar