Educação

USP

Trabalhadores da USP são punidos por defender cotas raciais

USP dá andamento aos processos administrativos contra trabalhadores e estudantes que participaram das manifestações pela implementação das cotas raciais, em 2015. Reproduzimos a denúncia assinada pela diretoria do Sindicato dos Trabalhadores da USP e pela Secretaria de Negras e Negros do Sintusp contra a perseguição política aos trabalhadores que lutam na universidade.

terça-feira 28 de agosto| Edição do dia




Tópicos relacionados

Reitoria   /    Secretaria de Negras e Negros e Combate ao Racismo do SINTUSP   /    SINTUSP   /    Educação   /    USP   /    São Paulo (capital)   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar