Mundo Operário

ABC PAULISTA -

Trabalhadores da Mercerdes-Benz no ABC paulista decretam greve após grande mobilização

segunda-feira 14 de maio| Edição do dia

Por volta de 8.000 trabalhadores da Mercedes-Benz, de São Bernardo do Campo, decretaram greve nesta segunda-feira (14 de maio) por tempo indeterminado. A greve conta com 99% de adesão. As negociações se estendem desde abril.

As reivindicações são em relação a PLR (Participação nos Lucros e Resultados) à reposição salarial, à vontade da empresa de demitir trabalhadores do setor administrativo e de excluir a estabilidade do trabalhador acidentado.

Durante semana passada os trabalhadores organizaram varias passeatas e paradas para forçarem uma negociação.

Os trabalhadores Mercedes-Benz estão lutando contra a reforma trabalhista implementada pelo governo golpista, que acaba com muitos direitos conquistados pela classe trabalhadora brasileira desde o século passado. Uma coisa é a mudança das leis trabalhistas “no papel “ outra bem diferente é na prática principalmente em locais onde os trabalhadores estão minimamente organizados. Necessitamos que os trabalhadores organizem uma greve com força para além dos sindicatos burocráticos (como o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC – CUT) que impedem a predominância dos trabalhadores frente aos patrões e governos .

Amanhã, terça-feira, dia 15, haverá nova assembleia às 7h30, em frente à portaria principal da empresa, informa a entidade de classe.




Tópicos relacionados

Reforma Trabalhista   /    Greve   /    Demissões na Mercedes   /    ABC paulista   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar