×

Grande exemplo | Trabalhadores da MRV escravista conquistam parte dos seus direitos depois de forte greve

Nesta quinta, 26, os trabalhadores da MRV em Campinas reunidos em assembleia decidiram pelo fim da greve, isso a partir da conquista de aumento da PLR de 2020 e 2021 e de ter barrado o corte de salário que a empresa estava fazendo.

quinta-feira 26 de agosto | Edição do dia

A greve da MRV em Campinas chegou numa semana decisiva com nova rodada de negociação a partir de uma proposta anexada pela empresa que estava intransigente com a greve, inclusive cortando salário com a greve sendo considera legal, mas que com a força dos trabalhadores que seguiam a mobilização há mais de 40 dias, teve que reconhecer que ela existia e anexar uma proposta de conciliação.

A partir da negociação, a proposta foi de pagamento de 700 de PLR referente a 2020 (sem descontar os 390 já pagos) e pagamento de 830 de PLR para 2021. Voltar ao trabalho, recebendo 70% dos dias parados e repondo 30% em trabalho. Havia uma outra proposta que era de negociar apenas o valor de 2020 e seguir mobilizados aguardando o julgamento da justiça para o ano de 2021. Mas a primeira foi a proposta decidida.

Assim, apesar de não atingir a demanda dos trabalhadores, que exigiam a PLR de pelo menos um salário e o pagamento total dos dias parados, a força dos trabalhadores arrancou o aumento da PLR dos dois anos e barrou o corte de salário dessa empresa bilionária, intransigente, e que impõe péssimas condições de trabalho aos trabalhadores, que denunciam até mesmo trabalho analógo a escravidão.

O Esquerda Diário, MRT, Faísca, esteve dia a dia nessa luta, levando solidariedade ativa, impulsionou um comitê de estudante na Unicamp em apoio que fez diversas iniciativas para que a greve rompesse o silêncio da mídia. Porque acreditamos que o caminho apontado pela greve, da organização dos trabalhadores, também é o caminho para se enfrentar com os ataques dos governos, como Bolsonaro, Mourão e os governadores. E agora seguimos junto aos trabalhadores para fortalecer cada luta, denuncia e organização da classe trabalhadora que se enfrente com os patrões e governos.

Veja fala da Flávia Telles e Vitória Camargo saudando a luta dos trabalhadores no último dia da greve.




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias