Mundo Operário

OCUPAÇÃO

Trabalhadores da Delbras ocupam a fábrica e exigem o pagamento do FGTS

Em defesa dos direitos trabalhistas, os metalúrgicos da Delbras, zona sul de São José dos Campos, ocuparam a fábrica na manha desta sexta – feira pelo o pagamento do FGTS que está atrasado.

terça-feira 26 de julho de 2016| Edição do dia

Este benefício está atrasado desde 2010. A direção da empresa quer pagar apenas 70% do total e parcelar em até 25 meses, dependendo do débito. Com a crise econômica e as contas se acumulando, os 70 trabalhadores demitidos, desde o inicio do ano, exigem que o depósito seja feito imediatamente.

Os trabalhadores exigem uma resposta do deputado federal e ex-prefeito de São José, Eduardo Cury (PSDB). O Parlamentar foi sócio da empresa durante oito anos e deixou o quadro, oficialmente, em 2013. De acordo com o diretor do Sindicato José Dantas Sobrinho ‘’Cury tem uma divida com os trabalhadores de 2010 a 2013. Por isso, ele também é responsável por essa situação, junto com o Latif (Latif Antonio Elias, proprietária da Delbras) e outros sócios que protagonizam esse calote aos trabalhadores’’.

Os trabalhadores também relatam a péssima situação em que se encontra a empresa. De acordo com os mesmos, se você andar na estrutura da planta vai notar uma serie de irregularidades. A situação era tão insalubre e perigoso que era difícil de acreditar que a fabrica mantinha sua produção a todo até o dia 14, quando encerrou suas atividades.

Máquinas sucateadas e sem dispositivo de segurança, instalações elétricas avariada e a falta de EPIs (Equipamento de Proteção Individual) eram parte do dia a dia. Os trabalhadores também colecionam acidentes ocorridos na fábrica. De acordo com o cipeiro e trabalhador da Delbras Eduardo Guedes Cunha ‘’Inúmeros acidentes ocorreram nos últimos anos. Por falta de segurança nas máquinas e treinamento adequado, trabalhadores já perderam o sangue aqui. Muitos sofreram amputações.

Os trabalhadores também denunciaram o desvio de função, prática comum na empresa. De acordo com Eduardo ‘’A direção só pensava em economizar com o salário dos trabalhadores. Contratava para uma função de salário inferior, mas obrigava o funcionário a exercer muitas outras’’.

Que os capitalistas paguem por esta crise

O que acontece na fabrica da Delbras, esta acontecendo em inúmeras outras no Brasil inteiro e é decorrente da crise econômica capitalista que o país está vivendo. A prática de manter equipamento em situação precária, assim como impor a dupla função aos trabalhadores é um modo que os grandes empresários utilizam para conseguir obter uma maior taxa de lucro do trabalhador.

É preciso desmascarar estes ataques, exigindo que os patrões da Delbras apresentem o livro de conta da empresa e que possa ser examinado de forma independente pelo os trabalhadores. Só assim iremos demonstrar que os patrões da Delbras, assim como de outras empresas, possuem dinheiro e que é criminoso deixar de pagar direitos elementares para os trabalhadores.

É preciso que o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos faça uma ampla campanha em defesa desta ocupação, usando da CSP – CONLUTAS para se solidarizar ativamente com esta luta e fazendo uma ampla campanha em defesa desta batalha na cidade.




Tópicos relacionados

Mundo Operário

Comentários

Comentar