Mundo Operário

DEMISSÕES

Trabalhadores da Cruzaço, em Jarinu-SP, denunciam demissão em massa

Os trabalhadores da Cruzaço Fundição e Mecânica, em Jarinu-SP, denunciam que a empresa demitiu cerca de 300 trabalhadores e nem sequer pagou os direitos devidos.

segunda-feira 20 de julho| Edição do dia

Os funcionários denunciam a situação através da página “Trabalhadores Cruzaço” no Facebook. Além da demissão de cerca de 300 trabalhadores sem pagar os direitos devidos, a empresa ainda sumiu com os equipamentos da fábrica.

Os trabalhadores marcaram uma manifestação para o dia 23/07, às 9h da manhã, em frente a fábrica, e pedem o apoio de toda a população. Orientam também a usarem máscara e manterem o distanciamento durante a manifestação.

Uma rápida olhada no site do Jusbrasil irá mostrar que a Cruzaço acumula processos trabalhistas, inclusive com diversas condenações por não pagar rescisões trabalhistas e outras infrações, e inclusive condenações a pagar multas por não cumprir pagamentos determinados pela própria justiça trabalhista.

Nós do Esquerda Diário damos todo nosso apoio aos trabalhadores da Cruzaço e de todas as empresas que lucram milhões e depois somem, deixando os trabalhadores na rua e sem salário. Mais do que simplesmente negociar melhores condições de demissão, nós defendemos que as empresas que fecharem devem voltar a produzir sob o controle dos trabalhadores.




Tópicos relacionados

Demissão   /    Metalúrgicos   /    Demissões   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar