Política

CEDAE - RIO DE JANEIRO

Trabalhadores da CEDAE derrubam veto de Pezão e garantem avanço contra a privatização

quarta-feira 27 de junho| Edição do dia

Foto e vídeo: Mariana Lacerda

A luta contra a privatização da CEDAE que Temer e Pezão querem impor continua. Mesmo após a votação favorável à venda da empresa na Alerj em 2017, feita à custa de muita repressão aos trabalhadores que estavam em luta contra a privatização, o combate segue para barrar esse imenso ataque ao povo do Rio.

Uma nova batalha parcial ocorreu na votação da Alerj dessa terça-feira, 26, com a presença de muitos trabalhadores da CEDAE que lotaram as galerias e pressionaram os deputados. A votação referia-se a um veto feito pelo governador Luiz Fernando Pezão. A medida vetada por Pezão autoriza que o governador substitua as ações da empresa dadas como garantia ao empréstimo feito pelo banco francês BNP Paribas ao governo do Rio pelo crédito tributario de mais de 2 bilhões que CEDAE tem a receber.

Veja um pouco da manifestação dos trabalhadores da CEDAE nas galerias da Alerj:

A votação dos parlamentares, por um resultado de 44 contra 5, derrubou o veto do governador, dando um novo fôlego à luta e mostrando que a base governista se encontra enfrequecida.O veto de Pezão seria um passo a mais para a entrega do patrimônio público do Rio de Janeiro nas mãos dos capitalistas estrangeiros, um banco imperialista que utiliza a chantagem dos empréstimos para sugar a riqueza nacional.

Como temos alertado em relação à dívida pública, a "dívida" com o BNP e a entrega das ações da CEDAE como garantia é uma forma de roubo do patrimônio nacional e que deve ser intransigentemente combatida pelos trabalhadores. Estamos ao lado dos trabalhadores da CEDAE, como estivemos durante sua greve, contra a privatização da empresa.




Tópicos relacionados

Alerj   /    CEDAE   /    Luiz Fernando Pezão   /    Rio de Janeiro   /    Política

Comentários

Comentar