Internacional

TRABALHADORAS DA ARGENTINA

Trabalhadoras da fabrica Têxtil Neuquém realizam um maquinaço na frente da casa do governo

As operárias da fábrica Têxtil Neuquén resistem fortemente ao fechamento da fábrica. Na semana passada, a patronal entrou na madrugada de segunda para terça-feira e desocupou, retirando todas as máquinas de um dos galpões da fábrica. No entanto, as operárias estão realizando várias atividades e conquistando cada vez mais o apoio da população.

terça-feira 14 de fevereiro de 2017| Edição do dia

Hoje as operárias realizaram um ato em frente ao Casa do Governo, na província de Neuquén. Levaram suas máquinas de costura e costuraram para qualquer pessoa que necessitasse. Esse protesto exigiu do governo que interviesse junto às trabalhadoras para dar uma saída as reivindicações de restituição das maquinas que vem realizando desde que ocuparam a fabrica no dia 1 de fevereiro.

A representante das operárias, Marina Catilao, informou ao Esquerda Diário: "vamos levar para a rua as máquinas para costurar para as crianças do Parque Industrial, toalhas para a pediatria do hospital. Queremos dizer ao governo que nesta província faz falta uma fábrica como a nossa para produzir aventais, uniformes para os trabalhadores do estado e toalhas."

As trabalhadoras se diferenciam claramente da patronal que roubou as máquinas que pertencem ao Estado e foram às ruas com suas próprias máquinas de costura e colocaram seus trabalhos a serviço do povo de Neuquén, ele vem se solidarizando com essas trabalhadoras com firmeza nesta duríssima luta.

O governo segue sem dar nenhuma resposta às reivindicações dessas trabalhadoras. No entanto, organizações que vem acompanhando essa luta se fizeram presentes no ato de hoje, colaborando através de doações em dinheiro e em alimentos. As operárias da Têxtil Neuquén vem dando exemplo de enfrentamento as patronais que buscam impor o desemprego e fechar as fábricas.




Tópicos relacionados

Argentina   /    Greve   /    Mulher   /    Internacional

Comentários

Comentar