#ELENÃO

Trabalhadoras argentinas da LATAM paralisam contra ajustes do FMI e em repúdio a Bolsonaro

Trabalhadoras e trabalhadores da LATAM se posicionam contra o avanço do autoritarismo representado por Bolsonaro e denunciam ataques que levam a deterioração das condições de trabalho e do serviço recebido pelos usuários.

quarta-feira 24 de outubro| Edição do dia

As trabalhadoras da Latam paralisaram suas atividades para denunciar que LATAM se utiliza das políticas governamentais e das políticas promovidas pelo FMI para avançar contra as condições de trabalho e também avança contra os usuários, deteriorando e degradando a qualidade e a segurança da aviação civil.

E também se manifestaram contrárias ao avanço do autoritarismo representado pelo Bolsonaro, que se ganhar as eleições vai impactar de maneira reacionária toda a America Latina, fortalecendo inclusive o governo ajustador e privatizante de Macri, na Argentina.




Tópicos relacionados

Latam   /    Aeroviários

Comentários

Comentar