Sociedade

ATENTADO EM CRECHE

Total de mortos sobe para 10 em atentado, creche não tinha alvará nem extintor de incêndio

sábado 7 de outubro| Edição do dia

Doze crianças e duas mulheres seguem internadas em hospitais da capital mineira: no João XXIII há duas mulheres e nove crianças em estado grave; no Odilon Behrens são três crianças. Boletins médicos devem ser divulgados nesta tarde.

Leia Também: Corajosa professora salva alunos em incêndio causado por vigia

Em Janaúba, dezesseis crianças, vítimas do ataque, receberam alta do hospital na manhã deste sábado (7). Segundo a pediatra ao G1, todas as crianças que estavam no hospital Fundajam receberam alta.

A creche municipal, onde uma professora e oito crianças morreram queimadas, não possuía alvará do corpo de bombeiros, nem extintor de incêndio ou sinalização de emergência. Inaugurada no ano 2000, a creche permaneceu em funcionamento sem possuir garantia de segurança para as crianças e adultos que frequentava a local.

Na quinta feira (05) durante a manhã, o vigilante da creche Damião soares dos Santos entrou no local e jogou material inflamável sobre as crianças e sobre si, em seguido ateou fogo. As pessoas no desespero do momento, tentavam apagar o fogo com baldes de água e resgatar as vitimas da fumaça e das chamas.

informações: G1
Imagem: G1




Tópicos relacionados

atentado   /    Sociedade

Comentários

Comentar