Política

CORONAVÍRUS

Tomógrafos instalados em Igreja na Rocinha por Crivella estão desativados até hoje

Após Crivella alegar urgência como razão para instalar os tomógrafos na Igreja, os mesmos seguem sem funcionar até hoje.

sábado 20 de junho| Edição do dia

Frente a enorme crise sanitária do coronavírus que já ceifou milhares de vidas no Rio de Janeiro, a medida de testes massivos seria essencial. No entanto, ao invés de garantir os testes adequados, Crivella resolveu construir tomógrafos.

Os tomógrafos seriam essenciais se estivessem associados ao testes de RT-PCR, pois permitiram avaliar os casos mais graves de coronavírus que se desenvolvem em pneumonias. No entanto, trocar os testes por tomografias é algo que que vai contra qualquer indicação médica. O tomógrafo é apenas capaz de captar casos que já se agravaram. No entanto, sabe se que o diagnóstico precoce e de assintomáticos é uma das formas de evitar a disseminação do vírus e de melhor tratar os doentes.

Para piorar a situação, nem mesmo esse "remendo" prometido foi entregue por Crivella. Após instalar os tomógrafos na Igreja Universal, alegando "urgência", até agora os tomógrafos ainda não estão disponíveis para o diagnóstico da população, o que mostra quais são as reais urgências de Crivella.

Enquanto Crivella deixa a saúde do Rio à míngua e a pandemia avança, se faz urgente exigir #TestesMassivosJá!




Tópicos relacionados

Coronavírus   /    Marcelo Crivella   /    Rio de Janeiro   /    Política

Comentários

Comentar