CAMPINAS

“Tomar a greve geral nas nossas mãos” ganha as ruas de Campinas

sábado 17 de junho| Edição do dia

Desde a última sexta, a campanha “Tomar a greve geral nas nossas mãos”, organizada pelo Movimento Revolucionário de Trabalhadores, começou a tomar as ruas da cidade. Nesses dois dias, panfletos e adesivos foram entregues a centenas de pessoas em diversas agências e centros de distribuição dos Correios, pontos de ônibus, na 13 de Maio e pelas ruas do Campo Belo.

O clima no diálogo com os trabalhadores, trabalhadoras e jovens é de indignação com o tamanho dos ataques contra o povo que o governo golpista de Temer e os corruptos de Brasília querem implementar. Mesmo assim, centrais sindicais como a CUT, Força e CTB não estão construindo a greve geral de fato, com toda a força necessária que precisamos para derrotar, e dão indícios na última semana de que podem desmarcar o dia 31.

Durante os próximos dias, novas ações irão ocorrer por toda a região com panfletagens e colagem de lambes percorrendo escolas, fábricas e outros locais de trabalho, bairros, terminais de ônibus e universidades. O Esquerda Diário convida a todos aqueles que não querem trabalhar até morrer a construir conosco as panfletagens e diálogos pela cidade até o dia 30.

Os ativistas da juventude Faísca, do movimento Professores Pela Base e Nossa Classe, e a agrupação de mulheres Pão e Rosas, preparam uma série de atividades para fortalecer a luta contra as Reformas nas próximas semanas. Dentre elas, está o lançamento da nova edição do livro Pão e Rosas que irá ocorrer na próxima terça-feira, dia 20, as 17:30, na Unicamp, para debater o combate anticapitalista ao machismo e esquentar o clima da luta das mulheres na greve geral.

Tomar a greve geral nas nossas mãos: é preciso organizar comitês de base para preparar a greve geral, derrotar as Reformas e derrubar Temer. #ConstituinteJá

Quer participar das ações? Gostaria de receber os materiais? Organizar uma panfletagem no seu trabalho, sua sala de estudo ou no seu bairro? Entre em contato pelo whats (19)983248616 ou inbox em nosso facebook.




Tópicos relacionados

Campinas

Comentários

Comentar