Política

POSSE DO GOLPISTA

Toma posse o governo golpista de Temer

Em rápida sessão, sem discurso, o golpista tomou posso e recebeu os cumprimentos do presidente do senado Renan Calheiros, "Estamos juntos!", declarou.

quarta-feira 31 de agosto| Edição do dia

Na mesa diretora estavam o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), o ministro do STF, Ricardo Lewandowski, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), além dos deputados Waldir Maranhão (PP-MA), Beto Mansur (PRB-SP), Mara Gabrilli (PSDB-SP) e o senador Romero Jucá (PMDB-RR).

Renan Calheiros declarou aberta a sessão, pediu que todos os presentes em posição de respeito ouvissem o juramento do golpista.

O juramento que começa com "Prometo manter, defender e cumprir a constituição..." soa contraditório vindo da boca de Michel Temer, que junto a dezenas desses políticos privilégiados e corruptos, um verdadeiro partido judiciário e a mídia golpista articularam e hoje, consumaram um golpe no país.

Renan ainda corou a sessão, depois de declarar Temer empossado até 31 de dezembro de 2018, fez-se ouvir no microfone ao cochichar ao golpista "Estamos juntos!".

O golpe que se consolida hoje serve aos interesses dos grandes empresários que estão sedentos por ajustes econômicos contra os trabalhadores, jovens e oprimidos, como apontam os editoriais dos grandes jornais de hoje e mesmo declarações de políticos que apoiaram o impeachment e explicam os ataques como soluções para a crise. Assumindo o governo, Temer terá que cumprir as promessas feitas a burguesia, que tem pressa para sufocar ainda mais a vida da população.




Tópicos relacionados

Governo Temer   /    Michel Temer   /    Política

Comentários

Comentar