Todos estudantes da UFRJ à plenária no IFCS dia 16! Criar comitês de base para combater Bolsonaro!

segunda-feira 15 de outubro| Edição do dia

Estamos diante da possibilidade de vitória presidencial de Jair Bolsonaro, herdeiro de ditaduras militares sanguinárias como as de Pinochet no Chile e Videla na Argentina, o representante mais selvagem de toda a política econômica de reformas e ajustes que as castas capitalistas - tanto nacional porém principalmente internacional - tem impondo contra os trabalhadores desde o golpe institucional de 2016, e de todas as manobras golpistas feitas pelo Judiciário nestas eleições. Ainda, mesmo em um cenário de derrota de Bolsonaro em segundo turno, as forças reacionárias e manobras arbitrarias do judiciário, além de sua clara aliança com o alto escalão do exército, deixam claro que em qualquer cenário, existe perigo para os trabalhadoras e trabalhadores, mulheres, negros e negras, LGBTs, indígenas e todo o povo pobre. Todos os ataques da extrema direita, mais de 50 desde o primeiro turno das eleições – dentre eles o assassinato de Mestre Moa do Katendê – expressam o perigo latente que enfrentamos como classe.

Ver também: Centenas de estudantes da Unicamp votam indicativo de paralisação e comitês de base contra Bolsonaro

É imperativa a organização de comitês de base e autodefesa para combater a extrema direita e garantir a segurança não apenas da universidade, mas de todos os afetados pelos recentes ataques. Por isso, convocamos todos estudantes da UFRJ à plenária que está sendo convocada pelo DCE na terça-feira, às 18 horas, no IFCS, centro do Rio de Janeiro.

Nós, militantes da Faísca e do Esquerda Diário na UFRJ, votaremos em Haddad no segundo turno, ombro-a-ombro com todos que desejam combater a extrema direita. No entanto, não compactuamos com a estratégia meramente eleitoral do PT, e entendemos que devemos derrotar o Bolsonaro e sua ralé nas ruas e nos terrenos da luta de classes! Por isso, a construção de comitês de mobilização massivos que combatam o Bolsonaro e sua corja à direita para além das Urnas! Que se atropelem as direções pelegas do passado, e se formem direções competentes e prontas para fazer com que os CAs e DCEs sejam bastiões de toda a esquerda, e de toda luta contra o reacionarismo!

Ver também: Estudantes da USP organizam comitês e planos de luta contra Bolsonaro e a extrema direita

Exigimos que Entidades Estudantis como a UNE convoquem Assembleias de Base por todo país para organizar estratégias para combater esta extrema-direita odiosa! Na última quarta-feira, a plenária IFCS “com Haddad” contra o fascismo, já reuniu centenas de pessoas. É tempo de a UFRJ tomar como exemplo outras faculdades, notavelmente USP, UFABC e UNICAMP, que organizaram comandos de mobilização contra Bolsonaro! É essencial que os estudantes da maior faculdade federal do país, que protagonizaram importantes mobilizações contra a ditadura militar se coloquem mais uma vez na luta, invocando a memória dos que já foram! Que a UFRJ se torne mais uma vez um bastião da luta contra a extrema-direita!

Ver também: Em assembleia, estudantes da UFABC votam comando de mobilização para lutar contra Bolsonaro




Tópicos relacionados

Comitês contra Bolsonaro   /    Extrema-direita   /    Bolsonaro   /    UFRJ

Comentários

Comentar