Internacional

TERREMOTO NO MÉXICO

Terremoto de 8,4 graus sacode o sul do México

O mais forte terremoto em décadas deixou ao menos 26 mortos e fortes danos ao povo Ixtaltepec, Oaxaca. Há alerta de tsunami em 7 países.

sexta-feira 8 de setembro| Edição do dia

Um potente terremoto de magnitude histórica atingou o México na noite de quinta-feira. Foi registrado no estado de Chapas e se sentiu na metade do país, deixando ao menos 26 mortos. O governo de Peña Nieto minimizou os danos.

Apesar disso, a destruição foi grave em mais de 10 municípios do Istmo de Tehuantepec, Oaxaca.

Também houve uma explosão na refinaria de Santa Cruz, no mesmo estado. Em Matías Romero o terremoto destruiu um hotel e as redes sociais informavam que pessoas ficaram presas.

O informe preliminar do Serviço Sismológico assinalou que o epicentro foi em Pijijiapan, estado de Chiapas.

Também foram reportadas informações de que o terremoto atingiu o palácio municipal de San Cristóbal de las Casas. Foram informadas ao menos 3 mortes, na colônia de La Hormiga, em San Cristóban. Em Tabasco três foi anunciado o falecimento de 3 crianças.

Em Orizava, Veracruz, foi desalojado o Instituto Mexicano de Seguro Social. Há danos no 6º piso e a sala de urgência se partiu.

Tratou-se de um terremoto oscilatório que se sentiu com intensidade na Cidade do México. É o terremoto mais forte desde 1985, quando a capital mexicana foi devastada.

Em algumas partes da Cidade do México os alarmes sísmicos não se ativaram, em outras sim. Apenas por volta das 19h neste 7 de setembro, os alarmes haviam sido ativados. As autoridades declararam que foi devido a um erro.

Até o momento foram reportados danos na colônia Doctores, desalojaram um edifício Dr. Durán y Eje Central.

Após o terremoto, registrou-se cortes de luz em colônias do centro da cidade, do sul e na colônia Roma. Assim como em alguns municípios do Estado do México, como Ecatepec e Nezahualcoyótl.

Em momentos como este, fica evidente o perigo da precariedade dos imóveis e edifícios públicos.

Às 00h17, o Serviço Sismológico registrou mais um terremoto de 6.1 da escalda de Richter, dessa vez em Salina Cruz, Oaxaca. Às 00h24constatou-se outro terremoto de 5.8 na mesma cidade.

Há alerta de tsunami na costa mexicana e na america central do pacífico. As populações costeiras estão expostas a risco e se iniciaram as evacuações.

As aulas foram suspensas em todas as escolas de nível básico - preescolar, primária e secundária - da Cidade do México, VeraCruz, Estado do México, Tlaxcala, Puebla, Guerrero, Oaxaca e Chiapas para rever a infraestrutura.

Enquanto o secretário de Governo, Osorio Chong, dizia que não haviam danos em Oaxaca, o tremor golpeava com força esse estado. A indolência e as mentiras do governo de Peña Nieto indignam nestes momentos de tragédia.




Tópicos relacionados

Terremoto   /    Internacional

Comentários

Comentar