Mundo Operário

MECANO FABRIL

Termina a quarta greve da Mecano Fabril em 2016, porém, os trabalhadores devem continuar mobilizados

Segunda, 4 de julho, acabou a quarta greve da Mecano Fabril em 2016. Numa votação apertada os trabalhadores decidiram voltar ao trabalho após negociação entre o sindicato e a patronal.

Fábio Nunes

Vale do Paraíba

segunda-feira 4 de julho de 2016| Edição do dia

Foto: Delegação de professores e bancários em apoio a greve da Mecano

Em mais uma manobra do patrão caloteiro, com conivência do sindicato, ficou acordado que o vale do dia 20, atrasado, e o pagamento do dia 5 serão pagos todos até o dia 14.

Contudo qualquer confiança em que o patrão cumprirá sua parte no acordo cai por água abaixo depois de tantos atrasos. É preciso, assim, que os companheiros da Mecano continuem mobilizados, pois as chances de novo atraso já no dia 14 são grandes e cada vez mais se aponta um cenário de possível fechamento da fábrica.

O sindicato dos metalúrgicos de Osasco (controlado pela burocracia da Força Sindical) busca aparecer como representando os interesses dos trabalhadores, mas alertamos os companheiros sobre o papel de freio que vem cumprindo, pois se quisesse mesmo fortalecer a luta dos trabalhadores porque não buscou unificar as greves da Mecano e da Etna Steel, ambas no mesmo complexo? Por que não busca a unidade da luta de todos os trabalhadores metalúrgicos de Osasco, que como o próprio sindicato diz enfrentam problemas parecidos com a crise e a desindustrialização porque passa a cidade?

Nós do Esquerda Diário e do Movimento Nossa Classe, junto a juventude Faísca, temos buscado colaborar com a luta dos trabalhadores da Mecano desde sua primeira greve esse ano. Um fator importante na assembléia dos trabalhadores hoje foi a delegação de professores e bancários que foram prestar solidariedade aos metalúrgicos em greve.

É apenas com a unidade dos trabalhadores das diferentes categorias que vamos conseguir responder a altura aos ataques dos patrões unificados.




Tópicos relacionados

Greve na Mecano Fabril   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar