Opinião

CRISE POLÍTICA

Temer vai aumentar imposto da gasolina para cobrir rombo e quem paga é você

Buraco de 10 bilhões nas contas do governo deverá ser paga com o aumento do imposto sobre a gasolina, atacando o bolso do trabalhador enquanto a grandes fortunas seguem intactas e aumentado.

quinta-feira 20 de julho| Edição do dia

Temer anunciará hoje o aumento do imposto sobre a gasolina. O aumento do PIS/Cofins (como é chamada a taxa) passa a valer assim que decretado e é mais uma medida para tirar do bolso dos trabalhadores para pagar o rombo nas contas públicas.

Os economistas neoliberais de Temer calculam um déficit primário de R$ 139 bilhões nas contas do governo este ano. Com o imposto, uma arrecadação de 10 bilhões diminuiria tal déficit para 10 bilhões, mas quem paga a conta disso são os trabalhadores, mesmo aqueles que não tem carro já que o aumento do preço da gasolina afeta diretamente o preço das mercadorias, em especial os alimentos que deverão encarecer com a medida.

O PIS/Cofins atual é de R$ 0,3816 centavos por litro de gasolina, e os 10 bilhões viriam de um aumento de R$ 10 centavos sobre este valor.

O que estes economistas neoliberais não colocam em suas contas é o sinistro buraco causado pela Dívida Pública em toda a arrecadação. A cobrança dos títulos desta dívida, em posse dos banqueiros nacionais e internacionais que sequer podemos saber o nome (o governo Dilma proibiu a divulgação desta informação), chega a sugar R$ 3,244 trilhões de reais de toda a arrecadação dos estados, município e governo federal.

Da mesma forma, enquanto milhões sofrerão com este imposto, o governo planeja dar isenção aos empresários que devem ao estado. As grandes fortunas seguem intactas enquanto o governo ataca os trabalhadores.

Leia mais: As reformas de Temer são para manter trilhões de reais para pagar a dívida pública




Tópicos relacionados

Governo Temer   /    Opinião

Comentários

Comentar