Política

GOVERNO DE CORTES

Temer suspende o aumento do Bolsa Família: tudo para os ricos, nada para os mais pobres

sexta-feira 30 de junho| Edição do dia

O golpista Temer está atacando os trabalhadores por todas as vias que pode. Enquanto tenta aprovar as infames reformas trabalhista e da previdência, que foi alvo de manifestações por todo o país nesse dia 30 de junho, acaba de anunciar que até o mísero aumento de 4,6% no Bolsa Família está anulado. Tratava-se de uma manobra para tentar reverter sua baixíssima popularidade. No entanto, em reunião com o seu ministro de Desenvolvimento Social, Osmar Terra, o golpista Temer assumiu que o aumento de apenas um ponto acima da inflação não será possível, devido à “queda na arrecadação”.

Isso se dá enquanto o próprio Temer segue mantendo todos os seus privilégios, bem como os senadores, deputados e todos os políticos dos ricos. Enquanto Aécio Neves, gravado cometendo crimes óbvios de corrupção, tem o seu mandado de senador devolvido pela Justiça. Uma absurdidade, que mostra a necessidade de seguir e fortalecer a luta contra os ataques que o governo quer impor, mas também contra o conjunto desse regime apodrecido.

É preciso avançar sobre os privilégios dos políticos que governam para os ricos, e impor que ganhem o mesmo que uma professora. E que mecanismos de roubo do dinheiro público em favor de banqueiros e especuladores, como é a dívida pública, sejam anulados e deixem de ser pagos. Que haja impostos progressivos sobre as grandes fortunas, que são poupadas enquanto os trabalhadores são atacados. Isso para citar apenas algumas das diversas medidas, que se impostas pelos trabalhadores e o povo, poderiam garantir dinheiro não só para o aumento do Bolsa Família, mas para garantir Saúde, Educação, Transporte e moradia digna para os trabalhadores e o povo.




Tópicos relacionados

Governo Temer   /    Política

Comentários

Comentar