Educação

RODA VIVA

Temer fala sobre as ocupações de escolas e a MP do ensino médio no Roda Viva

Guilherme de Almeida Soares

São José dos Campos

terça-feira 15 de novembro| Edição do dia

No programa Roda Viva que foi no ar ontem, o presidente golpista Michel Temer foi questionado sobre as ocupações e a medida provisória do Ensino Médio. Quando os entrevistadores perguntaram a sua opinião sobre as ocupações, Michel Temer disse que os alunos não deveriam fazer ’’protestos fisicos’’ e sim fazer debates sobre a reforma do Ensino Médio.

Apesar de não ocorrer efetivamente, Michel Temer disse que a reforma do Ensino Médio está sendo debatida, pois trata-se de uma medida antiga que está em votação. De forma cinica, Michel Temer disse o que incentivou a reforma do Ensino Médio foi o fato de muitos alunos não saber escrever e fazer uma conta de matématica e disse também que Artes, Sociologia e Educação Fisica não vão ser extinguidas, pois se tornarão matérias opatitivas.

Michel Temer disse que a Reforma da Ensino Médio é fruto de diversos projetos que estão na câmara dos deputados.

Ao contrario do que vem fazendo a direita, Michel Temer durante a entrevista procurou manter o tom moderado contra as ocupações de escolas. Isto mostra que as ocupações demonstram uma forte resistência contra a ofensiva reacionária da direta, ao mesmo tempo que foi capaz de acuar o atual governo. Do outro lado, mostra o nível de fragilidade que se encontra o atual governo por conta da crise política.

Temer tentou inúmeras vezes esconder o real motivo da reforma do Ensino Médio. Por mais que os defensores da reforma do ensino médio deem inúmeras justificativas ’’pedagógica’’ para explicar o projeto, é claro que se trata de uma medida que faz parte do pacote de maldades de Michel Temer para fazer com que os trabalhadores e a juventude paguem pela crise econômica que o país está passando, precarizando o ensino e as condições de trabalho dos professores.

Para derrotar o governo de Temer, é preciso seguir o exemplo dos estudantes que estão ocupando suas escolas e universidades para barrar medidas como o MP do Ensino Médio e a PEC 241. Se os estudantes com as ocupações deixou Temer acuado, os trabalhadores são capazes de barrar os ataques que estão por vir. Para isso é preciso que a CUT e a CTB rompam com pacto de trégua feito com Temer e comece organizar na base uma verdadeira greve geral para barrar os ataques e derrubar de maneira independente o seu governo.




Tópicos relacionados

Ocupações   /    Governo Temer   /    #OCUPATUDO   /    Vale do Paraíba   /    Michel Temer   /    Educação

Comentários

Comentar