Política

GOLPISMO

Temer escancara Alckmin como o fruto maduro do golpe

Em recente entrevista a Folha, Temer escancara o golpismo que quer a legitimidade nas urnas para passar os ataques com cada vez mais força contra a classe trabalhadora e o conjunto da população.

quinta-feira 16 de agosto| Edição do dia

Temer não esconde a cara do golpismo em entrevista dada à Folha. Com a maioria das siglas da sua base em apoio a Alckmin e não a Meirelles (MDB), o candidato do MDB com muito baixa popularidade assim como o próprio governo, é mais uma tentativa de mascarar o Alckmin como um dos objetivos do golpe do que um real candidato na disputa.

O próprio Temer declara em entrevista que os que ajudaram a aplicar as reformas, como a PEC do teto dos gastos e a reforma trabalhista, estaram no governo Alckmin em uma possível vitória. O projeto golpista levado a frente pelas arbitrariedades do judiciário, que hoje prende o maior candidato nas pesquisas eleitorais, tem por objetivo legitimar nas urnas os ataques que vem sendo implementados desde o golpe de 2016, tendo Alckmin como seu representante.

Como comentado aqui: “Alckmin é um porto seguro para a burguesia e tem recebido todos aplausos da bolsa de valores. Promete acabar com o Ministério do Trabalho, dar armas aos latifundiários, privatizar todas as estatais, impor uma reforma da previdência para que os brasileiros trabalhem até morrer e terminar com o ensino superior público gratuito.”

Em entrevista Temer diz coloca “Se você dissesse: “quem o governo apoia?”. Parece que é o Geraldo Alckmin, né? Os partidos que deram sustentação ao governo, inclusive o PSDB, estão com ele.”

Juntamente com o golpe, a Lava Jato quer escolher a dedo o novo presidente da república. Sem apoiar em nenhum momento os governos do PT ou Lula, devemos dizer que a população tem que ter o direito de votar em quem decidir, um direito básico mesmo na democracia burguesa.




Tópicos relacionados

golpe   /    Golpe institucional   /    Michel Temer   /    Alckmin   /    Política

Comentários

Comentar