Sociedade

VAIADO

Temer é vaiado ao defender as reformas que destroem direitos da classe trabalhadora

"Fora Temer", "golpista", além de muitas vaias. É isso que esperava por Temer no Rio de Janeiro, após seu pronunciamento na abertura da 36ª edição do Encontro Nacional de Comércio Exterior, no centro da capital carioca.

quarta-feira 9 de agosto| Edição do dia

A revolta de milhões de trabalhadores e jovens contra a reforma trabalhista, já aprovada, e previdenciária, que Temer pretende aprovar ainda este ano, voltou a se expressar nesta quarta (09). Ao fim de seu pronunciamento, na abertura da 36ª edição do Encontro Nacional de Comércio Exterior, no centro do Rio de Janeiro, o presidente golpista foi vaiado e denunciado pela plateia.

Michel Temer ainda defendeu estas medidas, que destroem os direitos da classe trabalhadora, rasgam a CLT e querem nos fazer trabalhar até morrer em empregos precários e muito explorados. Como sempre, a justificativa do presidente golpista é a recuperação econômica, e ele trata estes ataques como "correção de rumos".

Sem limites para a demagogia, Temer ainda afirmou que seu governo é pautado pelo diálogo pela responsabilidade. Responsabilidade só se for para fazer com a classe trabalhadora e o povo pobre paguem pela crise capitalista.




Tópicos relacionados

fora temer   /    Governo Temer   /    Michel Temer   /    Sociedade   /    Rio de Janeiro

Comentários

Comentar