Cultura

ESCOLAS DE SAMBA

Temer deve liberar R$13 milhões para fazer demagogia com o carnaval do Rio

O novo ministro de Temer já inicia seu mandato utilizando a festa mais popular do país para fazer demagogia. Segundo o deputado Paulo Pimenta (PMDB-RJ), Temer pretende liberar recursos milionários para as escolas de samba.

quarta-feira 26 de julho| Edição do dia

O novo ministro da cultura, Sérgio Sá Leitão, anunciou nesta quarta (26) a criação de um grupo de trabalho, junto a outros quatro ministérios, para incentivar o turismo no Rio de Janeiro. Uma das propostas é avaliar a liberação de verbas às escolas de samba do Rio. Os blocos de carnaval populares, porém, seguem sem incentivo.

Em junho deste ano a prefeitura do Rio decidiu reduzir em 50% as verbas destinadas às escolas de samba. Isso e também a pressão dos índices de reprovação de 85% do governo Temer devem pesar para a decisão do governo.

Após reunião com dirigentes da Liga das Escolas de Samba (Liesa), o deputado federal Paulo Pimenta (PMDB-RJ) anunciou que Temer teria pretensão de repassar R$13 milhões para as escolas. Sérgio Sá Leitão também prometeu que não seriam somente as escolas do Rio a receber apoio do governo federal no âmbito da cultura.

Apesar disso, não anunciou nenhum incentivo aos populares blocos de rua da capital carioca e de outras cidades do país. Neste ano, aliás, muitos destes blocos cantavam, entre as marchinhas e outras músicas tradicionais da festa, "Fora Temer".




Tópicos relacionados

Governo Temer   /    Rio de Janeiro   /    Cultura   /    Política

Comentários

Comentar