Política

GOVERNO TEMER

Temer atira para todos os lados para frear Maia e convida deputados do PSB para o PMDB

Pessoalmente, o presidente golpista foi à casa de Tereza Cristina (MS), líder do PSB na Câmara nesta terça, 18, para chamar a ala rebelde do partido para entrar no PMDB.

terça-feira 18 de julho| Edição do dia

Essa ala rebelde é caracterizada assim pelo fato de que não cumpriram o acordo interno do partido, em que os deputados que votassem contra a Reforma Trabalhista e a Reforma da Previdência seriam punidos. Essa mesma ala é disputada também por Maia, que está em tentativa de engorda do DEM para chegar a 50 deputados e tomar a bancada do PSDB como a terceira maior bancada da Câmara, segundo o jornal Folha de São Paulo.

Antes de se encontrar com Tereza Cristina, Temer teria conversado com dois outros membros rebeldes do PSB, o deputado Danilo Forte (CE) e o ministro de Minas e Energia, Fernando Filho (PE). O encontro com a líder do PSB, que teve início às 9h, não constava na agenda oficial, ela afirmou à Folha: “Estamos sendo assediados por alguns partidos. Ele falou com a gente sobre a possibilidade do PMDB, se já tínhamos pensado nisso”.

E também que “o presidente reforçou as conversas que já vinham acontecendo. Disse que ficaria muito feliz se pudéssemos ir também”, disse a líder do PSB.

Ou seja, Temer, na instabilidade de seu governo e na atuação de Maia para estruturar uma possível base aliada na Câmara, atira para todos os lados na tentativa de segurar um governo de ataques profundos à classe trabalhadora e não ser trocado por outro, que com certeza seguirá com a Reforma da Previdência e garantirá a implementação das reformas já aprovadas nas costas da classe trabalhadora.




Tópicos relacionados

Rodrigo Maia   /    Michel Temer   /    PMDB   /    Política

Comentários

Comentar