Política

REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Temer, Sílvio Santos e Ratinho: unificados pela Reforma da Previdência

Nesta quinta-feira (18), o golpista Temer participou de duas gravações no SBT, fechadas à imprensa, nos programas do empresário Sílvio Santos e de Ratinho, como parte de seu plano de guerra para vender mentiras sobre a Reforma da Previdência e atacar os trabalhadores.

sexta-feira 19 de janeiro| Edição do dia

Buscando embelezar ao máximo suas mentiras sobre a Reforma da Previdência, que contam também com a ajuda da Google, Temer participou das gravações do programa do Sílvio Santos nessa quinta, por cerca de 20 minutos, ao qual teceu elogios em seu Twitter como uma “oportunidade única de explicar a importância de uma reforma da Previdência mais justa para todos e que combata os privilégios”. Também gravou ao lado de Ratinho, apresentador que não mede esforços para vomitar reacionarismos na televisão e foi condenado por manter trabalho escravo em sua fazenda.

Ambos os programas ainda não têm data para ir ao ar, mas é mais do que dado que os planos do golpista são combater qualquer perspectiva de indignação e luta dos trabalhadores e da população, dispensando energias e fundos em propagandas falaciosas, e ir ganhando base dentre a casta política, com investimentos bilionários, até o final de fevereiro. Para isso, contam com uma importante ajuda das grandes emissoras de televisão, que foram parte fundamental do golpe institucional e agora querem colher seus frutos.

O golpista chegou a afirmar que sonhava em distribuir dinheiro, com os famosos “aviõezinhos” de Sílvio Santos, e teria entregue 50 reais a um membro da plateia durante a gravação. Uma imagem mais do que irônica: distribui dinheiro, enquanto seus planos são atacar os direitos dos trabalhadores e da população, reforçando os privilégios dos políticos e das emissoras de televisão que se concentram nas mãos de pouquíssimas famílias brasileiras.

Aos olhos de muitos, Sílvio Santos sempre foi a verdadeira personificação da meritocracia no Brasil, daquele que ascendeu desde baixo e se tornou um grande empresário, que distribui dinheiro em seus programas e seria uma prova de que é possível, sim, “vencer na vida” na sociedade capitalista. O fato de posar ao lado do golpista que já carrega em seu nome a aprovação de ataques como a PEC do Teto dos Gastos e a Reforma Trabalhista, sentidas pela população, demonstram cabalmente às custas do que se constrói a fortuna desses ícones no país, explorando os trabalhadores, ao mesmo tempo que televisiona sua demagogia.

Mais do que nunca, é preciso um plano de lutas sério por parte das grandes centrais sindicais no Brasil, que inúmeras vezes vieram traindo a disposição de luta dos trabalhadores, como frente à Reforma Trabalhista, e funcionando como mais uma via de passivização do governo Temer, em nome de salvar que a crise respingue nos capitalistas e funcionar como um desvio eleitoral. A mobilização dos metroviários de São Paulo ontem, contra a privatização e precarização do transporte, é mais uma prova de que existe, sim, vontade de luta nos trabalhadores e que esta precisa encontrar desde suas direções um plano que possibilite derrotar a Reforma da Previdência e anular os ataques já aprovados.




Tópicos relacionados

Ratinho   /    Silvio Santos   /    Reforma da Previdência   /    Governo Temer   /    Política

Comentários

Comentar