Sociedade

AUMENTO TARIFA

Tarifa do Metrô do RJ subirá para R$4,10 em abril

terça-feira 1º de março de 2016| Edição do dia

Os passageiros do metro do Rio de Janeiro vão encarar mais um reajuste para usar o transporte público. A partir do dia 2 de abril, o bilhete do MetrôRio passará de R$3,70 para R$4,10. Esta informação foi dada pelo Diário Oficial, nesta segunda feira, pela Agência Reguladora de Serviços Públicos Concedidos de Transporte Aquaviários, Ferroviários e Metroviários e de Rodovias do Estado do Rio de Janeiro. A empresa de Metrô do Rio de Janeiro tem o prazo de um mês contados a partir do dia 2/3 para informar o novo valor do preço da passagem para os usuários.

No dia 2 de janeiro de 2016, o preço da tarifa de ônibus sofreu um aumento de 11,7% passando de R$3,40 para R$3,80. O valor é o mesmo para quem usa o Bilhete Único Carioca. A passagem para os coletivos intermunicipais também sofreu aumento em fevereiro, passando de R$5,90 para R$6,50. Em relação às barcas, a concessionária CCR Barcas também foi autorizada a fazer um aumento de 12,12%.

Esta é mais uma política das empresas do transporte na qual o objetivo é aumentar a sua taxa de lucro, que vai ser tirado através do suor da população trabalhadora que depende destes veículos para poder se locomover (e paga muito caro pra isso). Aumentos no preço do transporte que já era freqüente no Brasil, vão se tornar cada vez mais ‘’comum’’ com a crise econômica capitalista que o país vive. Com a desculpa de que os gastos são muito altos, as empresas de transporte vão aproveitar o momento desta crise capitalista para encher o bolso de dinheiro, em detrimento do endividamento dos trabalhadores e da juventude.

Os trabalhadores, além de arcar com o aumento do custo de vida, agora (novamente) tem o seu direito elementar de locomoverem para o seu local de trabalho como uma fonte de lucro para os grandes empresários do transporte. Isso mostra que os trabalhadores estão pagando os efeitos da crise econômica de todas as maneiras.

É necessário estatizar o sistema de transporte sob o controle dos trabalhadores e da população, pois somente estes setores, que conhecem todos os seus problemas (e soluções) como a falta de motorista e cobrador, os locais da cidade que falta ônibus ou que o Metrô não consegue chegar, os problemas de manutenção e dentre outras coisas, podem garantir um transporte de qualidade para a população.




Tópicos relacionados

Rio de Janeiro   /    Sociedade   /    Transporte   /    Metrô

Comentários

Comentar