Política

AUTORITARISMO JUDICIÁRIO

TRE invade sede do sindicato de profissionais da educação em Campos dos Goytacazes no RJ

Ontem (25), o TRE invadiu a sede do Sindicato dos Profissionais da Educação (SEPE) em Campos dos Goytacazes, com um mandado de busca e apreensão de material da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação, CNTE. Em nota, a direção do SEPE Campos afirmou que não se tratava de material de campanha partidário, mas sim folhetos informativos sobre as propostas para educação de ambos candidatos, sem orientação de voto.

Luiz Henrique

Professor da rede estadual em Resende, RJ

sexta-feira 26 de outubro| Edição do dia

Não é a primeira medida autoritária tomada pelo TRE. Na terça-feira (23), fiscais do TRE acompanhados de um policial militar invadiram a Faculdade de Direito da UFF para retirar um bandeirão colocado pelos alunos que dizia: “DIREITO UFF ANTIFASCISTA”.

No sábado (20), os fiscais do TER invadiram a sede do Sindicato dos Petroleiros no Norte Fluminense (SINDIPETRO-NF) em Macaé e apreenderam exemplares do jornal Brasil de Fato com a justificativa de conter matérias pejorativas ao candidato Jair Bolsonaro.

Ao longo do dia foram registrados diversas incursões semelhantes em diversas universidades públicas e sindicatos em todo o país. Para uma lista mais detalhada, confira aqui.

É absurda a escalada de autoritarismo do judiciário, que intervém para manipular as eleições em favor do candidato Jair Bolsonaro. É preciso construir erguer comitês de trabalhadores contra Bolsonaro, o golpismo e as reformas, em todos os locais de trabalho e estudo do país para a luta contra o autoritarismo judicial e não permitir que nossa voz seja calada por essa “ditadura da toga”.




Tópicos relacionados

Comitês contra Bolsonaro   /    Eleições 2018   /    Bolsonaro   /    STF   /    "Partido Judiciário"   /    Poder Judiciário   /    Política

Comentários

Comentar