Internacional

#8A: CAMPANHA PELA LEGALIZAÇÃO DO ABORTO

Susan Sarandon: "Senadores argentinos, deem para as mulheres o direito de decidir"

A estrela norteamericana de Hollywood publicou um twitter chamando o Senado da Argentina a aprovar o direito a aborto legal.

quarta-feira 8 de agosto| Edição do dia

Na tarde de ontem, terça-feira, a famosa atriz norteamericana, reconhecida por ser uma defensora dos direitos das mulheres e imigrantes na UE, publicou um twitter chamando o Senado da Argentin a aprovar o direito a aborto legal.

"A criminalização do aborto não evita que as mulheres realizem abortos, mas sim as empurra a recorrer a lugares clandestinos e inseguros. Senadores argentinos, o mundo os está olhando: deem às mulheres o direito de decidir! #AbortoLegalJá #SenadoresQueSeaLey", expressou Sarandon na rede social.

Assim, a atriz se soma as enormes repercussões internacionais a favor da leu de interrupção voluntária do aborto que se vota hoje no Senado. Na manhã de ontem a Anistia Internacional também realizou um chamado ao Senado e o New York Times amanheceu com uma contracapa verde para as suas mais de 160 edições no mundo.

Entretanto, a possibilidade de obter esse direito já tão postergado está por um fio. Os últimos levantamentos mostram que a maioria dos senadores, tanto de Cambiemos (partido de Macri) como do peronismo e inclusive do Kirchnerismo, vão votar contra.

É tarefa da mobilização das mulheres, dos jovens e trabalhadores fazer valer nas ruas o direito que o lobby eclesiástico e dos senadores querem postergar no Congresso.




Tópicos relacionados

Legalização do Aborto   /    Aborto   /    Direito ao aborto   /    Internacional

Comentários

Comentar