Política

CORONAVÍRUS

Subnotificação: já são 23500 mortes respiratórias "indeterminadas" nesse ano

Boletim publicado pelo Ministério da Saúde mostra que existem 23500 mil mortes de Síndrome Respiratórias Agudas Graves (SRAG) não notificadas.

sexta-feira 26 de junho| Edição do dia

Enquanto Bolsonaro acha que houve "excesso de preocupação" com coronavírus, os dados mostram outra coisa. Além das 55 mil mortes oficiais, o boletim semanal divulgado pelo Ministério da Saúde, mostrou que das 75 mil mortes por Síndrome Respiratórias Agudas Graves (SRAG) já registradas esse ano, 23500 foram por causas indeterminadas.

Vendo que o número de óbitos pro SRAG aumentou absurdamente esse ano, é provável que boa parte dessas mortes sejam causadas pelo novo coronavírus e não entrou nas contas oficiais. Além disso, temos que contar as o imenso número de óbitos em casa, que até maio foram registrados 15 mil a mais que ano passado. Muitos desses óbitos acabam não tendo a causa determinada.

É bom lembrar que esse boletim que deveria ser divulgado toda semana, ficou duas semana sem ser divulgado, na mesma época em que o Ministério da Saúde parou de divulgar os dados oficiais. Por aí, já se mostra o que querem ocultar.




Tópicos relacionados

Coronavírus   /    Política

Comentários

Comentar