Internacional

SOLIDARIEDADE

Solidariedade da Alemanha com a greve dos estudantes no Estado Espanhol

terça-feira 25 de outubro| Edição do dia

Da Juventude Comunista Revolucionária (RKJ), saudamos a greve do dia 26 de outubro no Estado espanhol, uma oportunidade para a juventude se organizar e sair para lutar por seus direitos.

Na próxima quarta-feira, 26 de outubro acontecerá no Estado espanhol uma greve estudantil, convocada pelos principais sindicatos e organizações estudantis, e que se somara professores e associações de pais e mães.

Esta primeira jornada de mobilizações está sendo convocada pela defesa da educação pública e contra as " revalidas", um sistema baseado na sucessão de exames pensados para selecionar os alunos que podem continuar seu caminho pela educação até a Universidade e tiram este direito dos alunos que não passam nas provas. É claramente, uma nova volta porca de da imposição de uma modelo elitista e neoliberal na educação pública, cada vez mais afastando a classe trabalhadora.

Desde a aplicação do plano Bolonha, o famoso "tarifaço" que aumentou até 66% o preço da matricula universitária o intuito de implementar o chamado "3+2", a educação pública não tem deixado de ser atacada, ano após ano. Mas esses ataques não tem afetado somente os estudantes universitários, senão também os examinadores, o professorado e as não docentes que vê dia-a-dia suas condições de trabalho se precarizarem mais e mais, generalizando-se a existência de trabalhadores e trabalhadoras com salários que nem sequer alcançam os 500 euros.

Esta primeira convocatória, pode converter-se no primeiro passo para iniciar uma luta contra os contínuos ataques que já faz uma década recebe o sistema de educação pública no Estado Espanhol, avançando na unidade do conjunto da comunidade educativa, aplicando a solidariedade entre os estudantes, o professorado e o conjunto da classe trabalhadora que vê como cada dia tem mais dificuldades para acessar seu direito a educação.

Na Alemanha, a juventude vem sendo protagonista das lutas contra as politicas racistas do Governo contra os refugiados, milhares se organizaram para enfrentar o avanço da extrema direita, que cresce recorrendo a frustração de milhões de jovens que veem como o futuro lhes abre a porta da desigualdade e da precariedade.

Por isso, desde a Juventude Comunista Revolucionária ( RKJ), saudamos a greve do dia 26 de outubro no Estado espanhol, uma oportunidade para a juventude se organizar e sair para lutar pelos seus direitos.

Como na França. Sejamos parte dessa juventude que se põe em pé! Forjemos uma aliança com os outros setores explorados e oprimidos, a classe trabalhadora, as mulheres e os imigrantes. Somente um programa internacionalista e de independência de classe pode enfrentar o auge da extrema direita e a precarização que sofre a juventude na Europa.

Traduzido por Tatiana Ramos Malacarne




Tópicos relacionados

Internacional

Comentários

Comentar