Mundo Operário

DEMISSÕES NA EMBRAER

Marcello Pablito sobre as demissões na EMBRAER: “É preciso uma lei que proíba as demissões garantindo estabilidade durante a crise”

sexta-feira 4 de setembro| Edição do dia

Sobre a greve dos trabalhadores da EMBRAER contra as 2.500 demissões anunciadas pela empresa Marcello Pablito, pré-candidato da Bancada Revolucionária de Trabalhadores declarou:

"A EMBRAER anunciou essa semana a demissão de 2.500 trabalhadores em meio a pandemia que só no nosso país já vitimou mais de 120 mil pessoas. Enquanto os capitalistas lucram com a pandemia, com as ajudas milionárias concedidas pelo governo, os trabalhadores amargam com o desemprego, cortes nos salários e agora a redução pela metade no valor do auxílio emergencial.

Os trabalhadores da Embrarer denunciam a falácia da necessidade de cortar gastos quando os altos cargos executivos da empresa chegam a ganhar 1 milhão de reais. A essa casta privilegiada não há crise.

Pela proibição de todas as demissões garantindo estabilidade no emprego enquanto durar essa crise. Todo apoio à greve dos trabalhadores da Embraer! Que os capitalistas paguem por essa crise!"




Tópicos relacionados

embraer   /    PDV   /    Demissões   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar