RACISMO

“Só por causa da minha cor, não me deixam usar o banheiro”: entregadores de aplicativo denunciam racismo

Em manifestação em São Paulo nesta sexta (5/6), entregadores de aplicativos como Rappi e iFood denunciaram diversos absurdos das empresas e inclusive casos absurdos de racismo.

sábado 6 de junho| Edição do dia

Imagem: Reprodução

Na manhã desta sexta-feira (05/06), trabalhadores de aplicativos de entrega, como iFood e Rappi, fizeram uma manifestação na Avenida Paulista, denunciando as medidas absurdas que as empresas que vêm implementando. http://www.esquerdadiario.com.br/Na...

Além das denúncias em relação às condições precárias e a taxas de entrega baixas, os trabalhadores, em sua grande maioria negros, também denunciaram casos de racismo explícito. Um relato ouvido foi de que não lhes era permitido usar o banheiro nos mercados e restaurantes em que eles iam pegar produtos para fazer entregas, apenas por serem negros.

No Brasil, a herança de mais de 300 anos de escravidão reserva aos negros os piores trabalhos, deixando-os neste momento mais expostos ao vírus, ao mesmo tempo em que possuem maior dificuldade de acesso ao sistema de saúde, com a saúde pública colapsada em diversos estados enquanto o sistema privado tem leitos vagos.São os negros também a maior parte dos moradores de favelas, e que sofrem com a falta d’água e de saneamento básico. Não por acaso, nem por nenhuma razão genética, que em São Paulo os negros tem 62% a mais de chance de morrer de Covid-19 que os brancos.

E nem mesmo durante a pandemia as operações policiais nas favelas param, como mostra o caso de João Pedro, no Rio de Janeiro, que foi assassinado pela polícia dentro de casa, ou os casos de jovens que foram mortos enquanto distribuíam cestas básicas.

E no meio disso tudo o vice-presidente, o general Hamilton Mourão, que reivindica os assassinos e torturadores de 1964, diz que não existe racismo no Brasil. Por isso, devemos ir as ruas com todas as forças nos atos do domingo, dia 7, contra o racismo, pelo Fora Bolsonaro, Mourão e os militares, mas também contra o STF, Maia, a Globo e todos os golpistas que apoiam este regime que só tem a oferecer opressão para os negros.




Tópicos relacionados

ifood   /    Rappi   /    Racismo   /    [email protected]   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar