Gênero e sexualidade

MACHISMO NA TV

Silvio Santos mais uma vez desfere seu machismo contra Maisa

Em nova polêmica com a atriz mirim Maisa, o apresentador e dono do SBT Silvio Santos a fez chorar e deixar o palco

terça-feira 27 de junho| Edição do dia

Há pouco mais de uma semana o apresentador Silvio Santos havia constrangido Maisa insinuando que ela deveria sair com Dudu Camargo, também apresentador da emissora SBT. A atriz de 15 anos, conhecida pela espontaneidade respondeu: “Ele não faz meu tipo, eu não posso fazer nada. Ele é muito engessado, não parece que é de verdade. Ele fala esquisito. Ninguém é assim o tempo todo, as pessoas gostam de gente de verdade (...)Ele é todo engomadinho, ele faz essa voz. Eu duvido que ele fala assim acordando. Eu não gosto tanto de formalidade”. A declaração foi o suficiente para se abrir uma série de ataques machista à atriz.

Em sua conta do twitter a atriz rebateu: Até quando as mulheres vão viver precisando aceitar tudo? Não, é não!

No programa de Sônia Abrão, conhecida por fomentar escândalos entre famosos, Dudu Camargo, 19 anos, com seu ego ferido, retrucou a atriz, convidando-a para que esta dormisse com ele. Dudu Camargo esqueceu que a atriz mirim tem apenas 15 anos. Mais ainda, sua insinuação machista faz parte do rol de respostas que sempre são dadas as mulheres: “Deita comigo que eu te ensino como deve ser”. A insinuação sexual de Dudu Camargo nada tem a ver com a resposta da garota, que apenas criticou a forma como o apresentador se comporta no público.

Dudu Camargo não satisfeito em vociferar todo seu machismo contra Maisa ainda quis ser mais explícito, como pode ser visto no programa Pânico, exibido no dia 25 de junho, conforme expressamos na matéria publicada no Esquerda Diário em 26 de junho Depois de assédio a Maísa, Dudu Camargo protagoniza machismo no Pânico Na Band. O programa é um espetáculo bizarro de objetificação da mulher só pra começar.

O novo capítulo da polêmica envolvendo Maísa volta para as mãos de Silvio Santos. O apresentador disposto a “conciliar” Maísa e Dudu, resolve forçar Maisa a aceitar o pedido de desculpas forçado de Dudu. Diante da resposta da garota "Você não tem que pedir desculpas para mim, tem que pedir desculpas para a minha mãe", Silvio Santos não satisfeito repreendeu a garota a fazendo chorar e deixar o palco. "Não chame mais a Maísa para participar do programa", teria dito o dono do SBT ao diretor Fabiano Wicher.

Não é a primeira vez que Silvio faz Maisa chorar, desde que a atriz era ainda criança o apresentador já provocava a garota. O que torna o episódio mais um episódio machista é a insistência de Silvio em constranger a atriz publicamente em seu programa a sair com quem ele, Silvio Santos, considera que ela deva, chegando a se intrometer na vida amorosa da atriz mirim, e a reação de Dudu Camargo que além das provocações e insinuações à uma noite com Maisa, ainda reafirma seu machismo publicamente num programa onde a mulher é tratada como objeto sexual apenas. Não podia apenas levar a recusa na esportiva, precisava mostrar que é "macho" num programa como o Pânico.

Pode interessar: Temer desespera e apela: quer Silvio Santos e Ratinho fazendo propaganda da reforma da previdência

SBT faz terrorismo em rede nacional para defender a reforma da previdência

Depois propagandear reformas de Temer, Silvio Santos compra 4 mansões para suas filhas




Tópicos relacionados

Silvio Santos   /    Machismo na TV   /    Mulheres   /    Machismo   /    Mulher   /    Gênero e sexualidade

Comentários

Comentar