Gênero e sexualidade

ASSÉDIO NA TV

Silvio Santos assedia sua filha Patrícia e sugere que participem de uma orgia

Silvio Santos, apresentador e dono do SBT, em meio às gravações da edição do Jogo dos Pontinhos que foi ao ar no domingo, 15, assediou a sua própria filha, Patrícia, apresentadora da emissora, sugerindo que os dois participassem de uma orgia.

segunda-feira 16 de julho| Edição do dia

O apresentador já assumiu que é um assediador das dançarinas do programa, ria enquanto contava que espiava elas se trocando. Uma das mais recentes declarações machistas foi contra Paolla Oliveira e Fernanda Lima, mas sem dúvida não foram as primeiras. Com apenas 15 anos, Maísa já foi assediada pelo apresentador durante o programa, como quando insistia que ela beijasse um jovem apresentador do SBT.

Suas declarações se resumem a uma hiperssexualização das mulheres, julgando sua aparência a todo momento enquanto faz piadas sobre assédio e violência sexual. No último domingo, Silvio começou a fazer perguntas de duplo sentido para os participantes da atração, quando começou a conversar com o comediante Carlinhos Aguiar. "Carlinhos Aguiar, sabe o que é orgia? Todo mundo bêbado: Helen [Ganzarolli] bêbada, Mara [Maravilha] bêbada, Patrícia bêbada...", disse o apresentador.

A filha de Silvio não deixou barato e retrucou: "Não me põe nesse rolo, não", falou Patricia. O dono do SBT riu e continuou com a declaração polêmica: "Flor bêbada e a Lívia Andrade bêbada Nós dois na orgia com as cinco", disse. Patricia, então, levantou-se do seu lugar e sentou-se junto às bailarinas. "Eu vou me retirar, não participo mais desse grupo de pessoas", completou.

Um completo abuso. Mais uma declaração que faz piada com assédio sexual, dessa vez insinuando a participação dele e sua própria filha em uma orgia, sugerindo a todo momento que os participantes estivessem bêbados, que remete a situações de estupro em que a mulher não tem condições de decidir. É grotesco esse tipo de conteúdo disseminado pelo apresentador, que não tem escrúpulos para diminuir os corpos das mulheres a objetos sexualizados.

Não atoa Silvio Santos contribuiu com Temer em seu programa para que a Reforma Trabalhista fosse aprovada, uma reforma que quer colocar as mulheres grávidas para trabalhar em situações insalubres, de risco à mulher e a gravidez. Uma reforma que intensifica ainda mais a exploração da força de trabalho e afeta em especial as mulheres negras em trabalhos precários, com maior incidência de casos de assédio por parte das chefias, potencializada pelo medo do desemprego que avassala o país.




Tópicos relacionados

Assédio   /    Silvio Santos   /    Machismo na TV   /    Gênero e sexualidade

Comentários

Comentar