Gênero e sexualidade

GRAVIDEZ AOS 10 MATA

Silas Malafaia afirma em vídeo que aborto é pior do que estupro

Em um vídeo de seis minutos a cerca do caso da menina de dez anos vítima de estupro, o pastor Silas Malafaia prolifera ódio pela criança e pelo profissional da saúde que a ajudou.

terça-feira 18 de agosto| Edição do dia

Foto: Carta Maior

Após o vazamento de dados da criança de dez anos, como identidade, local em que seria feito o aborto e paradeiro dos familiares, grupos religiosos ligados à Damares Alves e chamados por Sara Winter, se locomoveram até o local em questão para expor ainda mais a criança e o médico que iria realizar o aborto, além de perseguirem sua família também.

Na última segunda-feira, o pastor Silas Malafaia postou um vídeo em seu canal do youtube em que prolifera ainda mais ódio contra a vítima e se diz “em defesa da vida”. Porém, sabemos que não se importa nem um pouco com a vida da garota e de milhares de outras mulheres que morrem todos os anos por causa do aborto clandestino e pela violência contra a mulher.

Esse pastor que é base de apoio ao governo reacionário de Bolsonaro, se utiliza da Constituição para se afirmar, acima de tudo, em defesa da vida. Logo depois, afirma escrupulosamente que “o estupro é uma coisa horrorosa, mas mais horroroso que o estupro é matar uma vida”. (2 min 33 seg)

Silas Malafaia, com seu machismo e reacionarismo, coloca nas costas da criança vítima de estupro, o “pecado maior”, rebaixando todas as violências que essa já sofreu. Sabemos muito bem que Malafaia não se importa com a vida verdadeiramente, ajudou a passar reformas trabalhistas que matam a população pobre, é abertamente contra a criminalização da homofobia, que mata LGBTs todos os dias, além de ser a favor das milhares de mortes de mulheres pobres e negras em clínicas clandestinas de aborto todos os anos.

Além disso, o pastor ainda “promete o inferno” ao médico que realizou o aborto na menina. Ao se dizer a favor da vida, Malafaia coloca a vida do feto acima da vida da criança, diz que q criança grávida deveria manter-se grávida mas não precisaria cuidar da criança, quem cuidaria então? Diz que a vida do feto é mais importante e ao defender isso sustenta os ataques referidos a essa criança e sua família, ao dizer isso desconsidera que a criança que estará no mundo fruto de uma enorme violência, e ainda aconselha que a criança após dar a luz não crie o bebê

Malafaia que se diz a favor da vide é na verdade mais um reacionário que com esse demagógico discurso defende a morte de milhares de mulheres por aborto clandestino e defende que uma criança vítima de uma enorme violência carregue o fruto disso pela vida. Além de ser uma criança, violentada, o pastor propõe ao ser a favor da vida, que essa criança de apenas 10 anos entregue a sua pela de um feto que ainda não e uma criança, enquanto regurgita palavras contra o pedófilo, na verdade utiliza seu tempo para condenar essa criança.

Gravidez aos dez mata! Aborto legal, seguro e gratuito já!




Tópicos relacionados

Legalização do Aborto   /    Aborto   /    Estupro   /    Direito ao aborto   /    Gênero e sexualidade

Comentários

Comentar