CAMPINAS

Servidores realizam expressivo ato e desafiam Jonas em Campinas

Ato que reuniu mais de 1,4 mil trabalhadores ocorreu como resposta ao atraso no pagamento do salário de dezembro dos servidores municipais e o não pagamento do 13º dos aposentados da prefeitura.

quinta-feira 28 de dezembro de 2017| Edição do dia

Em frente da Prefeitura Municipal de Campinas, na manhã desta quinta (28), foi realizado um ato resposta ao anúncio do prefeito Jonas Donizette de adiamento do pagamento do salário de dezembro. Convocado pelos trabalhadores na ativa, a manifestação se somou a mobilização já realizada pelos aposentados da prefeitura que também reivindicavam o pagamento de direitos atrasados.

Apesar da completa ausência da direção do Sindicato dos Trabalhadores Municipais de Campinas (STMC) pertencente a CTB, alegando estar em recesso. O ato contou com mais de 1400 trabalhadores, a manifestação percorreu as ruas do centro da cidade e contou com apoio da população. Papéis picados eram lançados pelas janelas dos prédios ao redor do trajeto simbolizando apoio a manifestação dos trabalhadores.

Veja também: Prefeito Jonas é acusado de improbidade por nomear irmão e sobrinho a cargos em Campinas

Segundo pronunciamento realizado pela prefeitura o pagamento do salário de dezembro e todas as dívidas com os trabalhadores, aposentados ou ativos, para o dia 12 de janeiro. Os trabalhadores contam apenas com vale-alimentação entregue no dia 28/12 para passar os dias até o pagamento dos salários, deixando suas contas atrasadas.

A manifestação acontece em um momento de fragilidade da gestão de Jonas Donizette (PSB). Um escândalo de corrupção recentemente descoberto, envolvendo a OS Vitale, gestora do Hospital Ouro Verde, colocou em xeque o prefeito de Campinas e impulsionou uma luta dos trabalhadores desse hospital por melhores condições na saúde e pagamento de salários. Na tentativa de jogar trabalhador contra trabalhador, e esconder os recursos direcionados aos grandes empresários da cidade, a gestão do PSB alega falaciosamente que a falta de recursos para o pagamento do salário dos servidores é decorrência do pagamento dos trabalhadores do Hospital Ouro Verde.

Um próximo ato está marcado para o dia 03/01, às 10h, em frente a Prefeitura Municipal de Campinas.

Cobertura e Imagens: Reportagem Esquerda Diário e colaborador Daniel Oliveira.

Pode lhe interessar: 6 vezes que Jonas e os empresários de Campinas roubaram os trabalhadores




Tópicos relacionados

Servidores Públicos   /    Campinas

Comentários

Comentar