Política

LAVA JATO

Sérgio Moro devolve passaporte e dá passe livre para Cláudia Cruz deixar o país

Dois dias após o ministro Teori Zavascki tirar da Lava Jato o inquérito que apura ligações de Eduardo Cunha com o banco BTG, por venda de emendas parlamentares, é a vez de Cláudia Cruz ser beneficiada pela justiça golpista.

quinta-feira 25 de agosto| Edição do dia

O juiz Sérgio Moro, que há poucos dias não intimava Cláudia por não saber onde ela mora, determinou, nessa quarta-feira (24), a devolução do seu passaporte. Segundo ele, a decisão atende a um pedido da defesa da mulher de Cunha.

Contrariando uma petição do Ministério Público Federal (MPF), que alerta sobre a possibilidade de fuga da ré, Sérgio Moro dá passe livre para que a mulher de Cunha saia do País. De acordo com os procuradores da República que a investigam, "existe real possibilidade de Cláudia Cordeiro Cruz e/ou seus familiares manterem outras contas bancárias no exterior, havendo risco concreto de eventual fuga e utilização de ativos secretos ainda não bloqueados caso o passaporte seja devolvido".

Ainda assim, Sérgio Moro sequer decreta medida cautelar de proibição para que Cláudia Cruz deixe o País e afirma “não vislumbrar razões concretas para estabelecer tal proibição”. Vale lembrar que, segundo as investigações, Cláudia Cruz foi favorecida, por meio de contas na Suíça, de parte de valores de uma propina de cerca de 1,5 milhão de dólares recebida pelo marido.

A despeito das “não-razões concretas” de Moro, pouco a pouco caem as máscaras da operação Lava Jato, demonstrando de uma vez por todas uma investigação a serviço do golpe. Esta operação, desde o seu início, foi o principal instrumento político de um conluio midiático; a começar pelas coerções e delações seletivas, a Lava Jato fecha os olhos para os crimes da direita golpista e pune somente quem quer. Cláudia Cruz é só mais uma que começa a ter a cara livrada pela Justiça Lava Jato. Enquanto isso, em Brasília, Sérgio Moro é condecorado "com honra e mérito" pelos serviços prestados ao golpe.




Tópicos relacionados

Sérgio Moro   /    Operação Lava Jato   /    Eduardo Cunha   /    Corrupção   /    Política

Comentários

Comentar