PRIVILÉGIOS STF

Senado deve aprovar hoje aumento dos privilégios de juízes e da casta do Judiciário

Nessa quarta-feira, dia 7, o Senado Federal pode aprovar projetos de leis de aumento salarial dos ministros do STF, de R$33 mil para R$39 mil. Esses reajustes salariais podem aumentar inclusive os salários dos juízes, procuradores, parlamentares e promotores de todo país.

quarta-feira 7 de novembro| Edição do dia

Uma das primeiras pautas assustadoras do Governo de Jair Bolsonaro, que vai significar o roubo de R$ 6 bilhões por ano aos cofres públicos.

A casta judiciária foi responsável pelo processo eleitoral mais manipulado da história recente do país com inúmeras ações repletas de autoritarismo e arbitrariedades. Sem serem eleitos por ninguém, os juízes têm privilégios exorbitantes, enquanto a crise econômica segue sendo despejada sobre as costas dos trabalhadores e o governo recém eleito já batalha pelo melhor cenário para a aprovação da reforma da previdência e arquiteta um plano de ataques muito mais brutal que o de Temer.

A crescente intervenção do Judiciário nas eleições presidenciais veio justamente para escolher a dedo o próximo presidente do país e, dessa forma, subordinar o país ainda mais aos ditames do capital imperialista.

Contra essa democracia manipulada por juízes politicamente interessados, é preciso defender que os juízes sejam eleitos pelo povo, revogáveis a qualquer momento e recebam o mesmo salário de uma professora, abolindo suas verbas auxiliares (como o auxílio-moradia). Para acabar com a farra de empresários e políticos corruptos que atinge todos os partidos dominantes, todos os julgamentos por corrupção devem ser realizados por júris populares, abolindo os tribunais superiores. Basta de privilégios!




Tópicos relacionados

STF   /    Senado   /    Poder Judiciário

Comentários

Comentar