Política

SENADO

Senado aprova reconduzir Romero Juca á 2ª vice-presidência da Casa

O plenário do Senado aprovou, por 42 votos favoráveis e 7 contrários, a volta de Romero Juca para a 2ª vice-presidência da Casa. O cargo estava vago desde a ida de Jucá para o comando do Ministério do Planejamento, indicado pelo o presidente golpista Michel Temer. Antes de ir para a pasta, ele ocupava o posto.

Guilherme de Almeida Soares

São José dos Campos

sexta-feira 2 de setembro| Edição do dia

Jucá, no entanto, ficou apenas dez dias no ministério. Ele foi exonerado após o vazamento de áudios feito pelo ex-presidente da Transpetro Sergio Machado. Nas gravações, o peemedebista aparece sugerindo um pacto da classe política para "estancar a sangria’’ causada pela Operação Lava Jato, na qual é investigado. Com a exoneração, o parlamentar de Roraima voltou ao Senado.

O Golpista Romero Juca volta a ter seus privilégios como Senador.

O vazamento do áudio entre Sergio Machado e Romero Jucá comprova que um dos motivos do golpe institucional ocorrer, é para poder garantir a impunidade para a casta política golpista. Após este escândalo no inicio do governo golpista, Temer se viu forçado exonerar o seu aliado do cargo ministerial. Agora que os ataques já foram anunciados e o golpe consolidado pelo Senado, os golpistas ganharam um folego para continuar os seus esquemas espúrios que já estavam fazendo anteriormente.

Mesmo depois deste escândalo, o prêmio que Romero Juca recebeu foi o seu "direito’’ de voltar ao Senado com o seu alto salario e privilégios, sendo pago com o suor dos trabalhadores. Isto apenas mostra que a direita golpista deste país é historicamente corrupta e agora que conseguiram estar no governo através de um golpe, tem caminho livre para continuar a praticar atos de corrupção.

Com o golpe consolidado, mesmo que a grande imprensa tenha anunciado várias medidas que só mostram a verdadeira intenção do golpista Michel Temer no que diz respeito ao combate a corrupção, estamos vendo um silêncio da turma do Sérgio Moro. Isto só mostra que com as medidas de ataques contra os trabalhadores e setores populares da sociedade que o golpista Michel Temer anunciou, o imperialismo vai manter o Temer no cargo de presidente. Neste sentido a Lava Jato vai deve se preocupar em avançar apenas no PT. O que só mostra que a Operação Lava Jato nunca teve real intenção de combater a corrupção.

Mais um motivo para dizer para os golpistas que não terão nenhum minuto de sossegado. Deixar o Michel Temer trabalhar agora, como propõe a direita significa abrir espaço para escândalos como de Romero Jucá em nome da privatização e dos ataques contra a previdência e aos direitos trabalhistas. Neste sentido é preciso um plano de luta que se enfrente contra estas medidas que o presidente golpista está anunciando, mas também contra a impunidade deste governo ilegítimo.




Tópicos relacionados

Corrupção   /    Política

Comentários

Comentar