Educação

MARÍLIA

Semana contra as opressões em Marília/SP: combate às opressões e construção da greve geral

Em Marília, Semana Contra as Opressões combate censura à material didático nas escolas e contribui à construção da luta do dia 3/06 na cidade

quarta-feira 28 de junho| Edição do dia

Em Marília recentemente foi aprovada pelos vereadores na Câmara Municipal um requerimento pedindo a retirada de materiais que tratam de questões de gênero, sexualidade e cultura afrobrasileira das escolas municipais. Entenda melhor este processo neste artigo.

Em resposta à censura que as escolas municipais de Marília estão sofrendo com este requerimento aprovado por unanimidade na Câmara Municipal foi realizada a Semana Contra as Opressões, com diversas atividades na cidade, do dia 19 ao 23 de Junho.

Em um cenário em que os políticos e os patrões se juntam para descarregar a crise nas costas dos trabalhadores e setores oprimidos através de reformas como a trabalhista e da previdência e de projetos que fortalecem ideologias machistas, racistas, lgbtfóbicas e gordofóbicas, como o Projeto Escolas Sem Partidos e o Requerimento aprovado na câmara municipal de Marília, os eventos realizados durante a Semana foram ao sentido de unificar uma luta que seja capaz de barrar os ataques. Uma luta unificada contra as Reformas, contra a exploração e as opressões.

As reformas como a trabalhista e da previdência são ataques antes de tudo às mulheres, negras e negros, lgbts, setores com condições de trabalho mais precárias da classe trabalhadora. Neste sentido, a construção desta Semana Contra as Opressões em Marília foi parte também da construção da Greve Geral do dia 30 de Junho. Em meio às atividades foi realizada uma reunião para organização de panfletagens e passagens com carros de som divulgando o dia 30, chamando um comitê pela base, para os explorados e oprimidos tomaram esta luta em suas mãos. A próxima reunião ocorrerá dia 28/06 às 19:30h, na cede do Sinsprev, na Rua Paulino da Silva Lavanderia, 157, Fragata, todos estão convidados para fortalecer a construção desta luta.

ATIVIDADES REALIZADAS DURANTE A SEMANA:

19/06
Cine-debate: O despertar da redentora
Horário: 15h
Local: Unesp (sala 71)

Discussão sobre homofobia nas aulas de Filosofia da E. E. Monsenhor Bicudo
Horário: 19h

20/06
Discussão sobre gênero e sexualidade nas aulas de Sociologia da E. E. Prof. Nelson Cabrini
Horário: 07h

Cine-debate: A dupla do barulho
Horário: 15h
Local: Unesp (sala 71)

21/06
Atividade sobre construção de gênero nas aulas de Sociologia da E. E. Prof. Antônio de Baptista
Horário: 07h

Cine-debate: Barravento
Horário: 15h
Local: Unesp (sala 71)

Reunião do Comitê de Base para organizar o ato e a greve geral do dia 30/06
Horário: 19h
Local: Sinsprev

22/06
Cine-debate: Quilombo
Horário: 15h
Local: Unesp (sala 71)

23/06
Roda de conversa sobre a censura nas escolas no Colégio Cristo Rei
Horário: 14h

Cine-debate: Madame Satã
Horário: 15h
Local: Unesp (sala 71)

Sarau Contra as Opressões: arte e liberdade!
Horário: 21h30
Local: Unesp (Diretório Acadêmico)


atividade na E. E. Antonio Baptista




Tópicos relacionados

Nossas vidas valem mais que o lucro deles   /    #30J   /    Marília   /    Educação

Comentários

Comentar