Mundo Operário

ALMAVIVA BH COMETE MAIS ABUSOS

"Sem saber a cair na armadilha das falsas premiações"

Ao ler as denúncias e desabafos no site Esquerda Diário, resolvi compartilhar minha insatisfação com a empresa Alma Viva BH.

quarta-feira 17 de agosto| Edição do dia

Trabalho há quase dois anos na empresa. Ao começar meu vínculo empregatício, já comecei mesmo sem saber a cair na "armadilha" das falsas premiações. Uma delas foi de TSA (monitoria de qualidade feita pela própria Tim). O atendente que atingisse a nota máxima 100 teria uma folga como prêmio.

Em dias de fluxo grande de ligações ou quando o número de faltas era grande, também eram oferecidos folgas como premiação para quem dobrasse a carga de trabalhando totalizando 12:20h. Além disso no período de medição da Anatel (1 a 10 de todo mês), era oferecido um valor extra diário em ticket alimentação além do que já era fornecido pela empresa.

Pois bem, no total de 13 folgas que ganhei de Janeiro a Outubro de 2015 consegui autorização apenas para duas folgas. Uma em Maio de 2016 onde o dia que deveria ser abonado foi descontado indevidamente na minha Folha de Pagamentos. E a segunda Folha em Julho de 2016 onde até o dia de hoje não foi abonado, e provavelmente será descontado novamente.

Ao recorrer aos superiores e ao RH da empresa nada foi resolvido ainda. Sem contar que depois de tentar recorrer aos meus direitos o clima não ficou bom pra mim, ficou um certo desconforto pois parece que estou errada por correr atrás dos meus direitos.

Tentaram me trocar de setor sem fornecer o devido treinamento, sendo que outros colaboradores foram encaminhados ao treinamento.

Mediante a essa situação me sinto enganada, com medo, perseguida e de mãos atadas.




Tópicos relacionados

Call Center   /    Telemarketing   /    Belo Horizonte   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar