Política

CRISE POLÍTICA

Segundo Folha, PSDB já tem hora marcada para deixar governo

quinta-feira 18 de maio| Edição do dia

Segundo a Folha de São Paulo, os Tucanos do PSDB estariam toda a manhã discutindo como se daria sua saída do governo Temer. Desde ontem (17), um dos 4 Ministros do PSDB no governo Temer, Bruno Araújo do Ministério das Cidades, já defendia a saída do PSDB deste governo. Segundo o texto, o PSDB estaria preparando uma nota de ruptura ainda para hoje. Aécio já foi afastado da presidência do partido.

O que acelerou as discussões foi a operação Lava-Jato contra o Senador Aécio neves, que deixa de ser presidente do partido e é afastado de seu cargo no Senado. Até então Aécio comandava o partido, desde ter concorrido contra Dilma em 2014. Aécio recebeu 60 milhões segundo delação de Joesley, além de ter sido gravado pedindo 2 milhões à JBS. Segundo mesma delação, outros partidos foram comprados para apoiar Aécio em 2014 nas eleições.

Leia também: ABSURDO: Fachin ignora os vídeos que ele mesmo acolheu na delação e libera Aécio

Desta forma o PSDB tenta garantir a sobrevivência mínima do partido, saindo do governo golpista que apoiou e ajudou a sustentar. O revés é fortalecido com a saída de Aécio da presidência do partido e o principal candidato, segundo a Folha, é Tasso Jereissati, que era principal opositor interno de Serra durante governo FHC. Serra, com Aécio, também era fiador da união PSDB e PMDB, deixando de ser Ministro de Temer unicamente para se defender da Lava-Jato.

Apesar da tentativa de se "limpar" do escândalos da delação que ainda vem sendo divulgada em parcelas, será bastante difícil para o PSDB se o um de seus possíveis candidatos "renovados" foi visto hoje mesmo em NY com o deputado que entregava dinheiro para Cunha. Segundo a mesma matéria, PSDB defende eleições indiretas como saída para a crise política. Segundo a Folha seria uma forma de barrar a candidatura de Lula.




Tópicos relacionados

PSDB   /    Aécio Neves   /    Governo Temer   /    Política

Comentários

Comentar