Política

ELEIÇÕES 2018

Seguindo com o autoritarismo, TSE rejeita pedido de Lula para participar de um novo debate

Seguindo de forma arbitrária e completamente parcial do judiciário para tirar Lula das eleições. O TSE rejeitou o pedido do candidato de pode participar do debate dos presidenciáveis que acontecerá nesta sexta (17) na emissora Rede TV. O ministro auxiliar do TSE, Sérgio Banhos rejeitou o pedido dizendo que nem sequer deveria ser analisado.

quinta-feira 16 de agosto| Edição do dia

Seguindo de forma arbitrária e completamente parcial do judiciário para tirar Lula das eleições. O TSE rejeitou o pedido do candidato de pode participar do debate dos presidenciáveis que acontecerá nesta sexta (17) na emissora Rede TV. O ministro auxiliar do TSE, Sérgio Banhos rejeitou o pedido dizendo que nem sequer deveria ser analisado.

Banhos diz que o pedido não pode ser analisado pelo TSE, pois a prisão do ex-presidente foi decidida pela Justiça Federal, e que, por isso, não cabe a ele permitir que o ex-presidente deixe a prisão para ir presencialmente ao debate, ou para autorizar a instalação de equipamentos na carceragem da Polícia Federal em Curitiba, onde Lula está preso. O ministro auxiliar diz que qualquer decisão do TSE em outro sentido seria uma “indevida interferência da Justiça Eleitoral na esfera de competência do juiz da execução da pena”.

Na semana passada a justiça já impediu a participação de Lula no debate que ocorreu na emissora da Band TV. Agora essa nova rejeição um dia após a oficialização da candidatura de Lula, que veio com com mais de seis impugnações contando de Jair Bolsonaro, Alexandre Frota e MBL, mas principalmente do judiciário que tenta de todas formas tirar Lula das eleições. Isso representa um veto ao povo ter o direito de votar em quem quiser, até mesmo no próprio Lula, o único direito básico que a população tem direito que a população tem em uma democracia burguesa, que é o direito livre do voto. Seja em quem quiser.

A intervenção do judiciário e da operação Lava-Jato nessas eleições, que vem fazendo manobras e antecipando o julgamento e condenação de Lula que é o candidato com maior intenção de votos, é simplesmente para que os ataques a população continue e de forma agressiva. Para garantir o pagamento da dívida pública aos imperialistas que lucram em cima da classe trabalhadora. Esses ataques como a Reforma da Previdência e Reforma Trabalhista aplicada por completa, os capitalistas querem que sejam descarregadas a curto prazo, coisa que o PT de Lula não conseguiria fazer, por isso ocorreu o golpe institucional, e agora acontece todas as tentativas do regime de tirar Lula da jogada e aprofundar ainda mais o golpe.




Tópicos relacionados

Prisão de Lula   /    Golpe institucional   /    Operação Lava Jato   /    Poder Judiciário   /    Política

Comentários

Comentar