Sociedade

Seguidores de Bolsonaro ameaçam editora Boitempo

Como parte das várias ameças, agressões e, inclusive, mortes causadas pelo discurso de ódio de Jair Bolsonaro, que legitima cada agressão e ataque de seus seguidores contra opositores ao reacionarismo do ex-capitão, a editora Boitempo também foi ameaçada nessa semana por um seguidor do candidato do PSL.

quinta-feira 25 de outubro| Edição do dia

Repudiamos veementemente este ataque bolsonarista contra a editora Boitempo, incentivado pelos discursos de Bolsonaro que ameaçam fuzilar seus opositores e expulsá-los do país, como declarou sobre os "vermelhos".

O candidato do PSL, herdeiro da ditadura militar, é responsável por incentivar cada ataque contra seus opositores, como o assassinato de Metre Moa do Katendê e todos aqueles que, nos últimos meses, vem sofrendo diversas agressões da extrema direita encabeçada por Bolsonaro.

Por isso, nós do Esquerda Diário e do MRT declaramos nosso total repúdio a essas ameaças e estaremos lado a lado da editora Boitempo e de todos os setores que hoje estão sendo ameaçados pela extrema direita, que se sente à vontade para atuar com ódio e violência diante de setores de esquerda, movimentos sociais e progressistas.

Nós não vamos permitir. Precisamos derrotar Bolsonaro, a extrema direita e sua agenda de ataques organizando uma imensa luta a partir de comitês de base em cada local de trabalho e estudo, que devem ser implementados pela CUT, CTB, UNE e todas as grandes direções sindicais e estudantis do país. Nós não vamos recuar!




Tópicos relacionados

Comitês contra Bolsonaro   /    Eleições 2018   /    Bolsonaro   /    Sociedade

Comentários

Comentar