Educação

GREVE DOS EDUCADORES DO RS

Seduc exige de todas as escolas "lista de grevistas" para ameaçar com punições

terça-feira 24 de outubro| Edição do dia

Valendo-se de um pretexto "organizativo", a Secretaria de Educação (Seduc) do governo Sartori enviou para as escolas um documento pedindo listas de todos os professores que aderiram à greve. Veja abaixo:

Como já foi noticiado no Esquerda Diário, a Seduc e Sartori vem procurando diversas formas de intimidar e punir professores grevistas, para tentar minimizar o efeito da massiva greve que enfrenta os ataques à educação.

Tendo afirmado em coletiva de imprensa que os professores são "truculentos", os representantes do governo já haviam antes ameaçado demitir os contratados, depois transferí-los, também tentou impôr um calendário de reposição à força antes do fim da greve e até mesmo transferir alunos das escolas em greve.

A lista dos professores em greve é mais uma tentativa de perseguir e intimidar, e é a unidade e a força da greve que serão capazes de impedir a implementação de qualquer medida de força do governo.

Veja também: 5 propostas para derrotar Sartori e Marchezan com a força da mobilização

Com grandes greves contra seus ataques, Sartori e Marchezan procuram apoio mútuo




Tópicos relacionados

Greve Municipários Poa   /    cpers   /    RS   /    Marchezan   /    Rio Grande do Sul   /    Sartori   /    Greve Professores RS   /    Greve   /    Educação   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar