Política

OCUPAÇÃO

Sede do PMDB é ocupada em Belo Horizonte

Professores, trabalhadores da educação e centenas de manifestantes ocuparam a sede do PMDB nesta tarde, após ato contra a reforma da previdência.

terça-feira 21 de março de 2017| Edição do dia

Cerca de 400 pessoas de todas as regiões de BH, professores de Contagem, do Barreiro, de Betim, estudantes das escolas de BH e região metropolitana realizaram uma manifestação na tarde dessa terça contra a reforma da previdência, como parte das ações da greve dos professores da rede estadual de Minas Gerais. A manifestação saiu da Praça da Estação e seguiu em direção à sede do PMDB na rua Juiz de Fora, e ocuparam a sede.

A ocupação ocorre menos de uma semana após a grande manifestação do dia 15M, que em Belo Horizonte foi muito expressiva, com diversas categorias paralisadas e cerca de 100 mil pessoas nas ruas, sendo esse mesmo dia o início da greve da rede estadual de educação. Agora com a ocupação, mais uma vez as trabalhadoras e trabalhadores e Belo Horizonte, Contagem e região mostram a disposição de luta contra os ataques do governo golpista. Assim mostra-se mais urgente ainda que a CUT, CTB e as grandes centrais sindicais organizem um grande plano de lutas que organize os trabalhadores para a concretização de uma greve geral para derrubar o governo e seus ataques.

Os sindicatos de trabalhadores da educação SindREDE, SindUTE-Barreiro e SindUTE Contagem convocaram a manifestação e estão nesse momento ocupando a sede. A juventude Faísca e o MRT seguem também na ocupação, com suas professoras e trabalhadoras da educação e a juventude prestando apoio à essa luta.

Confira abaixo intervenção de Flavia Valle, professora em greve da rede estadual em Contagem e militante do MRT, e também o apoio de Francisco Marques desde a juventude Faísca:




Tópicos relacionados

Reforma da Previdência   /    Contagem   /    Professores   /    Belo Horizonte   /    Política

Comentários

Comentar