Juventude

GREVE GERAL

Secundarista de Ibirité-MG também querem tomar a Greve Geral nas nossas mãos

Estudantes secundaristas da Escola Estadual Pedro Evangelista Diniz, em Ibirité-MG, debateram e apoiaram a campanha "Tomar a Greve Geral nas nossas mãos".

sexta-feira 23 de junho| Edição do dia

Como parte dos debates realizados em sala, os alunos formandos da Escola Estadual Pedro Evangelista Diniz, em Ibirité-MG, enviaram ao Esquerda Diário uma foto em apoio à campanha "Tomar a Greve Geral nas nossas mãos".

A iniciativa veio após a discussão da turma sobre a situação nacional e quais caminhos tomar para derrubar Temer e as reformas. Militantes da juventude Faísca colocaram o debate de que somente a classe trabalhadora junto com a juventude é capaz de revogar todas as reformas e dar fim ao governo ilegítimo de Temer. Para isso, é necessário que tomemos a greve geral do dia 30 em nossas mãos, principalmente agora que algumas centrais sindicais como a Força Sindical e a UGT já recuaram e estão negociando as reformas.

A importante discussão realizada em sala de aula ainda concluiu que é preciso lutar por uma constituinte livre e soberana, única saída para revogar as reformas e começar a mudar as regras do jogo.




Tópicos relacionados

Nossas vidas valem mais que o lucro deles   /    #30J   /    Greve Geral   /    Contagem   /    Secundaristas   /    Juventude

Comentários

Comentar