Política

SALÁRIO MÍNIMO

Salário mínimo deve aumentar menos de 50 reais em 2019, segundo previsão do Governo

Segundo previsão do governo, o salário mínimo não chegará à mil reais no ano que vem. O valor previsto para 2019 estaria R$2.754 abaixo do salário mínimo Dieese de janeiro deste ano.

quarta-feira 6 de junho| Edição do dia

A previsão era de que o salário mínimo em 2019 chegasse ao valor de R$ 1.002, que havia sido proposto em abril. Entretanto, a Comissão Mista de Orçamento, formada por deputados e senadores, divulgou a revisão em um relatório, reduzindo essa previsão para R$ 998.

A justificativa para o a diminuição no reajuste é que a inflação não subiria proporcionalmente, já que o salário mínimo é reajustado anualmente de acordo com a inflação. Caso aprovada essa revisão o aumento do salário mínimo seria de 4,61%. No Brasil, cerca de 44,5 milhões de pessoas vivem com renda inferior à um salário mínimo, e a maioria dos trabalhos terceirizados e mais precarizados tem como base este valor.

Os bens de consumo mais básicos para a sobrevivência não acompanham os valores de aumento do salário mínimo, e muito pelo contrário, ficam muito aquém deste valor. A cesta básica está em torno de R$400 e o botijão de gás hoje varia de R$50 à R$100 reais nos diferentes estados do Brasil. Sem considerar demais gastos fundamentais que uma família tem mensalmente, como conta de luz e água.

A miséria reservada para a população pobre é absurda: mais da metade do salário mínimo gasto para se manter vivo. Segundo o Dieese, no mês de janeiro deste ano, o salário mínimo, capaz de prover integralmente as necessidades de uma família, deveria ser de R$3.752 reais, um total de R$2.754 acima do que Temer aprova.




Tópicos relacionados

Cesta Básica   /    salário mínimo   /    Governo Temer   /    Michel Temer   /    Governo Federal   /    Política

Comentários

Comentar