Sociedade

TRANSPORTE COM ATRASOS

Saída com atrasos prepara paralisação dos ônibus amanhã em São Paulo

segunda-feira 15 de maio| Edição do dia

A manhã desta segunda-feira, 15, em São Paulo começou com atraso de cerca de uma hora e meia nas linhas de ônibus, segundo informou a SPTrans. A movimentação nas garagens era grande, mas os ônibus não saíram devido a mobilização e preparação para a paralisação de amanhã. A previsão é de que leve toda a manhã para a normalização da grade horária.

A paralisação convocada para amanhã pelo Sindmotoristas (Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores em Transporte Rodoviário Urbano da Capital) visa pressionar a patronal para um acordo nas negociações da campanha salarial. A proposta do Sindimotoristas é retirar todos os ônibus de circulação na cidade das 14h às 17h de terça-feira, 16, na maior cidade metropolitana do Brasil.

Os trabalhadores pedem 5% de aumento real, além da reposição da inflação. Já o Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Passageiros de São Paulo (SPUrbanuss) oferece reajuste de 3%, dividido em duas parcelas. A proposta foi negada em assembleia dos trabalhadores na última quinta-feira, 11. Na sexta-feira, 12, o sindicato já havia promovido atrasos na saída das frotas, como forma de protesto e preparação para o movimento.

O objetivo da empresa ao oferecer uma proposta de aumento que de forma nenhuma significa um aumento real, posto que nem chegaria perto de repor a perda de poder de compra com o aumento do custo de vida dos últimos meses, é de aumentar os lucros dos gigantes patrões dos transportes, fazendo com que frente a forte crise econômica sejam os trabalhadores que paguem.

Os trabalhadores mostram mais uma vez que a disposição é de lutar e não abaixar a cabeça. É preciso unificar todas as categorias de trabalhadores contra os capitalistas e seus governos que, seja pela via das reformas, seja pela via da retirada de direitos em cada categoria, como é essa insignificante proposta de aumento aos motoristas, estão todos unidos para tomar dos trabalhadores tudo que puderem. É preciso união para preparar uma greve geral que arranque de uma só vez os direitos de toda nossa classe.

Acompanhe no Esquerda Diário a movimentação dos trabalhadores do transporte.




Tópicos relacionados

Greve   /    Sociedade   /    São Paulo   /    Transporte   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar