Política

LAVA JATO

STF sorteia Fachin como novo relator da Lava Jato, justamente quem O Globo queria

quinta-feira 2 de fevereiro de 2017| Edição do dia

Edson Fachin será o novo ministro relator da Lava Jato no STF. A decisão ocorrida há poucos minutos é uma vitória da Rede Globo e do Ministério Público Federal que fizeram intensa campanha para que ele fosse o novo relator da operação. Enquanto havia grandes especulações se o novo relator seria sorteado entre todos os ministros, se seria o novo ministro a ser nomeado por Temer, ou outra solução, o importante jornal O Globo escrevia em repetidos editoriais como tinha que ser Fachin.

Fachin foi sorteado para sua nova função e não a herdou naturalmente. O sistema de sorteios do Supremo é alvo de muitos questionamentos, como até mesmo Lauro Jardim, jornalista do Globo destaca. O STF já foi acionado para publicizar o algoritmo de seu sistema de sorteio mas a suprema corte se nega a fazê-lo. Desse modo, pairam suspeitas como ocorrem coincidências de "sorte" que casos envolvendo tucanos tendem a cair com Gilmar Mendes e agora o preferido de Janot e da Globo, Fachin é sorteado.

Participaram do sorteio somente os integrantes da Segunda Turma, composta ainda pelos ministros Celso de Mello, Dias Toffolli, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski. O colegiado é onde são julgados todos os pedidos e processos relacionados à Lava Jato no Supremo, com exceção daqueles que envolvem o presidente de algum poder, que são apreciados pelo plenário.

A partir de agora, qualquer solicitação ou andamento relacionado à Lava Jato, como por exemplo a instalação de escutas ou a realização de diligências para coleta de provas, precisa ser autorizado por Fachin, caso as investigações da força-tarefa da Lava Jato indiquem o envolvimento de alguma pessoa com foro privilegiado - parlamentares e ministros, por exemplo.

O ministro Fachin, paranense como Moro e Dallagnol, mudou da primeira para segunda turma do STF para que pudesse participar do sorteio de quem seria o relator do caso.

Com informações da Agência Brasil




Tópicos relacionados

STF   /    Operação Lava Jato   /    Política

Comentários

Comentar