Sociedade

RORAIMA

Roraima registra constantes quedas de energia, após quase um mês de apagão no Amapá

Roraima vem sofrendo com frequentes quedas de energia, dessa vez devido à falta de óleo diesel para abastecimento das usinas termelétricas. Apesar disso, a Agência Nacional de Energia Elétrica autorizou o envio de equipamentos ao Amapá.

quarta-feira 2 de dezembro de 2020| Edição do dia

Foto: Agência/Estadão

Assim como o outro estado localizado na mesma região, a população do estado do norte do Brasil, Roraima, vem sofrendo com constantes quedas de energia em plena pandemia. Ainda assim, em meio à instabilidade, um gerador usado em Boa Vista deverá ser enviado para ao Amapá, que sofreu 3 semanas de apagão.

Além de prejudicar o abastecimento de água, alimentos estragados e equipamentos queimados, a população é quem mais sofre com as frequentes quedas, podendo elas chegarem a durar 4 horas.

O estado não faz parte do sistema elétrico nacional, que permitiria receber energia elétrica de outros estados. Até março de 2019, a energia de Roraima era abastecida pela Venezuela que interrompeu as atividades no estado devido à uma série de apagões.

Atualmente, o abastecimento energético do estado é feito através de usinas termelétricas operadas com óleo diesel, combustível caro e poluente. O consumo diário para manter o fornecimento no estado varia de 700 a 1.100 milhão de litros. Em um ano, foram gastos R$ 1,6 bilhão, conforme estimativa do Ministério de Minas e Energia, divulgado em março.

Para operar, a Roraima Energia deve ter reserva de contingência no combustível. O estoque de óleo diesel usado para abastecer as usinas termelétricas, no entanto, está baixo há diversos meses. Para garantir a segurança da distribuição, deveriam ser mantidos ao menos oito dias de autonomia do combustível, o que não tem acontecido.

A interligação de Roraima ao SIN é pauta discutida há anos, e deve ser feita através de uma linha que liga Manaus (AM) e Boa Vista (RR).

Veja mais: Governo Bolsonaro quer que população brasileira pague por erro da Gemini Energia no Amapá

Pode te interessar: Empresa privada de energia é responsável pelo apagão em todo o Amapá




Tópicos relacionados

Apagão no Amapá   /    Privatização da Energia   /    apagão   /    Amapá   /    Governo Bolsonaro   /    Roraima   /    Sociedade

Comentários

Comentar